Bahia pode ter 'novo Eldorado' sucroenergético, apontam investidores

Publicado segunda-feira, 25 de novembro de 2019 às 20:37 h | Atualizado em 25/11/2019, 21:01 | Autor: Da Redação

A construção do novo polo bioenergético e sucroalcooleiro está em implantação no médio São Franciso. Com isso, investidores afirmam que o estado pode vir a se tornar um ‘novo Eldorado’ sucroenergético. A projeção é que o polo pode gerar 9,1 mil empregos diretos e mais 30 mil indiretos na região, nos próximos anos.

Na última semana, uma comitiva de negócios, chefiada pelo vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), esteve em Muquém do São Francisco e Barra do Rio Grande para atrair novos investidores para o projeto.

De acordo com Sergio Paranhos, presidente do Grupo, a usina vai dinamizar a economia regional e elevar até a pauta de exportações do Estado: “Além disso, a topografia favorável do terreno, o clima e a tecnologia de irrigação tornam o investimento viável”.

Para o vice-governador e titular da SDE, a intenção do polo é tornar a Bahia autossuficiente na produção sucroalcooleira em áreas irrigadas, diversificar o potencial energético da região, gerar emprego e descentralizar a arrecadação de ICMS no estado.

Publicações relacionadas