Crédito de longo prazo do Banco do Nordeste cresce 26% na Bahia | A TARDE
Atarde > Economia

Crédito de longo prazo do Banco do Nordeste cresce 26% na Bahia

Com 7,2% da rede bancária, BNB responde por 46% dos recursos de longo prazo no estado

Publicado sexta-feira, 15 de março de 2024 às 17:23 h | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Crédito de longo prazo do Banco do Nordeste cresce 26% na Bahia
-

O crédito de longo prazo do Banco do Nordeste destinado a atividades produtivas na Bahia cresceu 26,3% em 2023 na comparação com o ano anterior. A instituição contratou R$ 10,6 bilhões em recursos de longo prazo no estado no último ano, frente a R$ 8,4 bilhões em 2022.

Os recursos de longo prazo são direcionados a atividades rurais e urbanas, com a finalidade de instalação, construção, reforma, modernização, expansão ou relocalização de empreendimento, além da aquisição de máquinas, equipamentos e veículos. O levantamento do BNB é baseado em dados do Banco Central e leva em conta toda a rede bancária instalada no estado (pública e privada) na posição de dezembro de 2023, a mais recente disponível para a análise.

De acordo com o superintendente estadual do Banco do Nordeste na Bahia, Pedro Lima Neto, os investimentos dessa modalidade são considerados um termômetro para economia. “Os números indicam a expansão da atividade econômica e, ao mesmo tempo, consolidam o Banco do Nordeste como o principal agente financiador dos projetos de longo prazo na Bahia. Acreditamos na construção de relacionamentos sustentáveis com nossos clientes, de forma que incentivamos desde a implantação da empresa.”, afirma Pedro.

Na Bahia, o BNB possui 59 unidades e elas são responsáveis pela aplicação de quase metade do crédito de longo prazo disponibilizado para o estado. “Com apenas 7,2% da rede bancária no estado, o BNB responde por cerca de 46% do volume de todo o crédito de longo prazo contratado pelas instituições financeiras. Essa atuação é diferenciada porque estamos em todos os municípios do estado, pois cada unidade possui jurisdição que abrange diversas cidades. Além disso, os agentes de desenvolvimento do BNB e os assessores de microcrédito dos programas de microfinanças da instituição, Crediamigo e Agroamigo, atuam in loco visitando empreendedores em suas localidades”, ressalta Pedro.

Aplicações na Bahia

O Banco do Nordeste injetou R$ 12,8 bilhões na economia baiana em 2023, somando todo o crédito disponibilizado. Apenas com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), administrado exclusivamente pela instituição, foram contratados R$ 10,1 bilhões.

Publicações relacionadas