adblock ativo

De La Rúa e Cavallo são processados por troca de dívida

Publicado quinta-feira, 28 de setembro de 2006 às 15:23 h | Atualizado em 28/09/2006, 15:23 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

O ex-presidente da Argentina Fernando de la Rúa e seu ex-ministro de Economia, Domingo Cavallo, foram processados hoje sob acusação de fraude administrativa, que teria sido cometida por ocasião da troca dos títulos públicos da dívida, denominada "megatroca", realizada alguns meses antes da renúncia de ambos, em dezembro de 2001.

A decisão foi tomada hoje pelo juiz federal Jorge Luis Ballestero, que processou ainda o principal negociador da dívida, o ex-secretário de Finanças, Daniel Marx, e o ex-secretário de Fazenda, Jorge Baldrich. Para o juiz, De la Rúa foi "autor de uma fraude contra a administração pública", já que a operação "prejudicou o Estado", ao gerar "um lucro indevido" para os credores. O processo não implica prisão preventiva, mas o juiz determinou o embargo de bens dos acusados.

O montante a ser embargado não foi divulgado pela Justiça. Há duas semanas, De la Rúa prestou depoimento diante de Ballestero e defendeu a operação concluída por ele em junho de 2001. A troca oferecia títulos com menores prazos de vencimento e maiores taxas de juros e postergava somente uma parte da dívida pública e só por um período de cinco anos. A "megatroca" provocou o aumento da dívida e logo depois foi decretada moratória.

adblock ativo

Publicações relacionadas