adblock ativo

Dólar sobe para R$ 5,57 após Bolsonaro divulgar Auxílio Brasil em R$ 400 mensais

Publicado às | Atualizado em 19/10/2021, 12:35 | Autor: Da Redação
Câmara debate nesta tarde uma das fontes do Auxílio Brasil, a PEC dos Precatórios | Foto: José Cruz | Agência Brasil | 27.09.2021
Câmara debate nesta tarde uma das fontes do Auxílio Brasil, a PEC dos Precatórios | Foto: José Cruz | Agência Brasil | 27.09.2021 -
adblock ativo

Mercado reage à fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e dólar sobe para R$ 5,5740 na primeira hora após a abertura das negociações. Já a Bolsa de Valores brasileira, o Ibovespa, índice de referência da Bolsa, caiu 2,02%. O novo programa de distribuição de renda desafia o teto fiscal do governo.  

O nervosismo do mercado ocorre após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ter determinado que o Auxílio Brasil chegue a R$ 400.  Previsto para novembro deste ano, o novo beneficiamento de renda chega no fim do Auxílio Emergencial, que confere R$300 a pessoas e famílias de baixa renda na pandemia de Covid-19, assim como substitui o Bolsa Família, que em média destina R$190 para as famílias brasileiras.

Segundo fontes próximas ao presidente, há espaço no orçamento do Bolsa Família para pagar os R$300 neste ano a 17 milhões de pessoas, dado que fui divulgado no último domingo,17, pelo ministro da Cidadania, João Roma. O valor divulgado por Bolsonaro não estava previsto no projeto do novo benefício. O governo deve editar uma medida provisória ainda hoje para viabilizar uma parcela adicional e chegar ao valor do ticket pago atualmente. A outra modalidade de financiamento depende da Reforma do Imposto de Renda. 

Entre as alternativas de financiamento do Auxílio Brasil está na a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios, que será votada hoje na Câmara dos Deputados. A decisão dos legisladores pode recuar ainda mais o mercado. Os títulos da dívida judicial representarão aproximadamente R$ 89 bilhões despesas em 2022.

A queda do Ibovespa, mesmo enquanto os mercados globais iniciaram positivos, exibe a crise fiscal do país. Nos Estados Unidos, Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq subiam 0,20%, 0,34% e 0,32%. Segundo a Reuters, ainda hoje cedo, o real tinha o pior desempenho de uma lista de quatro divisas que perdiam para o dólar nesta manhã. Outro resultado nesta terça-feira foi a queda das ações da Petrobras em 1,32%, mais que o dobro do petróleo Brent, referência mundial, que recuava 0,66%.

A pressão que o cenário fiscal exerce sobre o câmbio tem feito o Banco Central intervir diariamente no mercado desde a última quarta-feira (13), quando a autoridade monetária deu início a uma série de leilões de novos contratos de swap cambial tradicional, o que na prática equivale à venda da divisa no mercado futuro, e é diferente da venda à vista realizada nesta terça.

adblock ativo

Publicações relacionadas