adblock ativo

Em semana importante para IPOs nos EUA, alguns lançamentos tropeçam na estreia

Publicado sábado, 29 de outubro de 2016 às 10:45 h | Atualizado em 19/11/2021, 07:45 | Autor: Estadão Conteúdo
adblock ativo

Novas ofertas de ações levantaram quase US$ 3 bilhões na última semana, no melhor período para o mercado norte-americano de ofertas iniciais de ações (IPOs, na sigla em inglês) em mais de um ano. Mas alguns papéis tiveram negociações fracas em sua estreia, ressaltando que o mercado de IPOs nos EUA ainda não se recuperou totalmente.

ZTO Expresso Inc., o maior IPO dos EUA no ano, levantou US$ 1,4 bilhão em venda de ações a US$ 19,50 cada, preço mais elevado do que o esperado. No entanto, a ação da empresa de logística com sede em Xangai caiu 15% em relação a seu preço de abertura no primeiro dia de negociação. As ações subiram 2,5%, para US$ 16,99 na sexta-feira, enquanto o S&P 500 caiu 0,3%.

Duas empresas de tecnologia fizeram sua estreia no mercado de ações nesta sexta-feira, com resultados mistos. As ações da Quantenna Communications Inc., um provedor de soluções Wi-Fi que levantou US$ 107 milhões, caíram 3,1% na sexta-feira, depois de os preços serem fixados no topo das expectativas na quinta-feira.

Já as ações da Blackline Inc., que levantou US$ 146 milhões, saltou 39% na sexta-feira. O fornecedor de software de automação financeira precificou seu IPO na quinta-feira em US$ 17 por ação, acima do intervalo original planejado.

O forte apetite do investidor para ações desde o início de setembro apontou para um mercado de IPO em recuperação após a volatilidade observada no início do ano, que trouxe um impasse para novas emissões - não houve IPOs nos EUA em 2016 até março.

Sete empresas precificaram suas aberturas de capital na semana passada, a semana mais movimentada em mais de um mês, segundo a Dealogic. Os mais de US$ 2,8 bilhões que esses negócios levantaram correspondem ao maior volume obtido em uma semana desde 12 de outubro de 2015, mostram os dados da Dealogic.

Os tropeços registrados pela Quantenna e ZTO Expresso aconteceram em um momento em que o ritmo de lançamento de novas ações deve diminuir. Alguns IPOs são esperados para novembro, por causa da eleição presidencial dos EUA e do feriado de Ação de Graças. Dezembro é um período historicamente lento para novas listagens, embora possa haver várias estreias no início do mês.

Fonte: Dow Jones Newswires

adblock ativo

Publicações relacionadas