adblock ativo

Inadimplência do consumidor sobe 0,4% no ano até abril

Publicado quarta-feira, 16 de maio de 2007 às 13:13 h | Atualizado em 16/05/2007, 13:13 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

A inadimplência dos consumidores brasileiros se manteve praticamente estável no primeiro quadrimestre deste ano, segundo estudo divulgado hoje pela Serasa. O levantamento apontou que houve uma evolução de 0,4% sobre o mesmo período de 2006.

Na avaliação da Serasa, apesar da estabilidade, a inadimplência da pessoa física está em um patamar "além do desejável", pois a base da relação (primeiro quadrimestre de 2006) registrou um aumento de 15,2% ao ser comparada com os primeiros quatro meses de 2005.

Em abril deste ano, a inadimplência dos consumidores recuou 5,6% ante março. Segundo os analistas da companhia, esta queda ocorreu por conta de março ter sido inflado com os registros de inadimplência de fevereiro, devido ao Carnaval. Em relação a abril de 2006, o índice apresentou queda de 2,1%, o que, de acordo com a Serasa, é resultado da evolução do crédito.

Ranking

As dívidas com os bancos representaram a maior participação, correspondendo a 38%. O peso foi superior ao registrado em abril de 2006, quando atingiu 31,9%.

As dívidas com cartões de crédito e financeiras superaram os cheques sem fundo. Ficaram com a segunda colocação em abril, com a participação de 31,3% e valor médio de R$ 345,92.

A terceira maior participação, com 28,1%, ficou por conta dos cheques sem fundo, que tiveram valor médio de R$ 598,37. Os títulos protestados, com 2,6% de representatividade e valor de R$ 814,92, representaram a menor participação entre as modalidades pesquisadas pelo Serasa.

Em relação ao primeiro quadrimestre de 2006, houve um aumento de 16,6% no valor médio das dívidas com o sistema financeiro, que este ano ficou em R$ 1.275,33. O valor médio das dívidas com cartões e financeiras subiu 14% e dos cheques sem fundo, 7%. Na mesma base de comparação, os títulos protestados registraram uma alta de 6,9%.

adblock ativo

Publicações relacionadas