adblock ativo

Liquida Salvador espera movimentar R$ 240 mi

Publicado quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009 às 22:53 h | Atualizado em 26/02/2009, 09:27 | Autor: Thais Rocha, do ATARDE
adblock ativo

Começa nesta sexta-feira, 27, e vai até o próximo dia 8 de março, a Liquida Salvador – promoção que envolve cerca de seis mil pontos de venda distribuídos por Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari e Simões Filho.

Considerada a segunda melhor data em vendas para o varejo baiano, a expectativa do setor é crescer em 35% o volume de negócios fechados em relação ao ano passado e movimentar R$ 240 milhões.

A grande diferença da Liquida Salvador em relação a outras queimas de estoque, segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL), Antoine Tawil, é a abrangência desta liquidação. “A Liquida não está restrita aos shoppings ou a um segmento específico, ela abrange as lojas de rua e até o comércio de bairro“, disse.

Nos shoppings, as liquidações começaram em janeiro, com as queimas do estoque de Natal.  Segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), o fluxo de pessoas transitando nos centros de compra em janeiro de 2009 foi 10% maior que o mesmo período do ano passado. As vendas acompanharam este ritmo e fecharam com um crescimento de 7% se comparadas a janeiro do ano passado.

Cuidados – A advogada Maira Feltrin, do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), alerta para possíveis armadilhas na hora de comprar. O estoque baixo e a falta de numeração são algumas delas. “A loja não é obrigada a oferecer toda a grade de numeração em uma liquidação, desde que haja produtos com desconto no interior da loja“, esclarece.

Dessa forma, o consumidor deve estar atento para identificar o que está efetivamente em liquidação e se este produto possui algum defeito. “Vender produtos com avarias como se estivessem em perfeito estado também é uma das armadilhas das liquidações“, alerta.

Antoine Tawil diz que a entidade orientou a todos os participantes da Liquida a agirem de boa fé, praticarem desconto real. “ Ninguém é obrigado a participar da Liquida Salvador, mas quem quiser entrar, tem que mostrar preços atrativos”, disse.

Tawil também destacou que não haverá problema com disponibilidade de estoques durante a liquidação. ”O setor varejista esperava, neste verão, um crescimento de 20% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Com a crise, houve uma estabilidade no setor e, tenho certeza, ainda há muito o que ser liquidado“, disse.

A empresária Rebeca Regueira, porém, confessa que os estoques já estão baixos em várias de suas lojas depois das liquidações do início do ano. “Há um mês, nós oferecemos desconto de até 70%, já comecei a transferir estoques de lojas de menor movimento para as outras onde vendemos mais“. diz.

A empresária acredita, porém, que no setor de móveis e eletrodomésticos pode ser um dos que mais lucrará com a Liquida Salvador. ”Neste setor, o que influencia o consumidor não é só o preço menor, mas os prazos maiores”, destacou.

adblock ativo

Publicações relacionadas