Petrobras conclui venda da Liquigás por R$ 4 bilhões

Publicado quarta-feira, 23 de dezembro de 2020 às 21:45 h | Atualizado em 23/12/2020, 21:48 | Autor: Da Redação

A Petrobras concluiu nesta quarta-feira, 23, a venda da sua participação na Liquigás Distribuidora S.A. para a Copagaz - Distribuidora de Gás S.A. e a Nacional Gás Butano Distribuidora. A Liquigás atua no engarrafamento, distribuição e comercialização de gás liquefeito de petróleo (GLP) no Brasil. A operação foi finalizada com o pagamento de R$ 4 bilhões à Petrobras.

De acordo com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, a finalização da venda da participação na Liquigás representa um marco na estratégia da empresa de desinvestir para reduzir a dívida e focar em ativos de classe mundial.

A estatal prevê levantar de US$ 25 bilhões a US$ 35 bilhões com venda de ativos no período de 2021 a 2025. Entre os ativos incluídos no programa de desinvestimentos, destacam-se 8 refinarias, fatias na petroquímica Braskem, BR Distribuidora, na distribuidora de gás Gaspetro e térmicas.

A Copagaz será a nova controladora da Liquigás, em conjunto com a Itaúsa — empresa de investimentos de acionistas do Itaú Unibanco. A Nacional Gás adquirirá fatia minoritária e, após reorganização societária, será detentora do equivalente a 18% do volume de GLP vendido.

O diretor de Desenvolvimento e Gestão da Copagaz, Zahran Torquato, destacou que a compra da Liquigás traz mais valor à cadeia com o rearranjo de players, aumenta a competição, e quem ganhará com isso é o consumidor. Segundo Torquato, os processos de desinvestimento da companhia vêm impactando a indústria de maneira muito positiva.

A Liquigás está presente em quase todos os estados, contando com 23 centros operativos, 19 depósitos, uma base de armazenagem e carregamento rodoferroviário e uma rede de aproximadamente 4.800 revendedores autorizados, tendo cerca de 21,4% de participação de mercado.

Publicações relacionadas