Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > ECONOMIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
29/04/2023 às 6:40 • Atualizada em 29/04/2023 às 11:00 - há XX semanas | Autor: Fábio Bittencourt

IMOBILIÁRIO

Preço de imóveis novos e usados à venda no país sobe 5,66%

Reajuste ocorreu em 49 de 50 cidades do Índice Fipe/ZAP

Preço de imóveis registra alta no cenário nacional
Preço de imóveis registra alta no cenário nacional -

O preço de imóveis novos e usados à venda no país subiu 5,66% no último ano, no período encerrado em março. Segundo o Índice FipeZAP, o reajuste ocorreu em 49 de 50 cidades monitoradas, incluindo as 16 capitais que integram o levantamento.

A alta é ligeiramente maior que a inflação acumulada nos mesmos doze meses, medida pelo IPCA/IBGE (4,63%).

Goiânia é a capital com o maior aumento (17,6%); seguida de Campo Grande (13,4%), Maceió (12,9%), Florianópolis (11,6%), Curitiba (11,6%), Recife (11,4%), João Pessoa (11,3%), Vitória (11,2%), Manaus (7,7%), e Belo Horizonte (7,2%).

Salvador ocupa a 11ª colocação dentre as metrópoles (6,4%), à frente de Fortaleza (6,3%), São Paulo (4,8%), Porto Alegre (2,6%), Rio de Janeiro (1,9%) e Brasília (0,06%).

O valor médio do metro quadrado calculado para as 50 cidades pesquisadas pelo FipeZAP é de R$ 8,4 mil. As cidades catarinenses de Balneário Camboriú e Itapema possuem o m² mais caro do Brasil, R$ 11,8 mil e R$ 11 mil, respectivamente. Na sequência vem São Paulo (R$ 10,3 mil) e Vitória (R$ 9,9 mil).

A capital baiana encontra-se na 33ª posição do ranking, com o preço médio do m² avaliado em R$ 5,6 mil. Com o valor médio do metro apurado em março na casa de R$ 7,9 mil, a Barra é o bairro mais valorizado de Salvador. Nos 12 meses encerrados em março a variação por lá ficou em 9,3%.

Os outros bairros com o metro quadrado mais caro na cidade são o Caminho das Árvores (R$ 7,4 mil), Pernambués (R$ 6,9 mil), Ondina (R$ 6,8 mil), Rio Vermelho (R$ 6,7 mil), Itaigara (R$ 6,1 mil), Pituba (R$ 6 mil), Graça (R$ 5,7 mil), Imbuí (R$ 5,6 mil) e Brotas (R$ 5,3 mil). Em Pernambués, a alta no preço nos últimos 12 meses até março é de 21%.

Morador do Candeal, vizinho a Brotas, o administrador de empresas Marcelo Passos, 39, junto com a família, tem plano de mudar o endereço até o final do ano. O filho, prestes a completar seis anos, vai precisar trocar de escola. A dúvida é em qual direção, se Praia do Flamengo, Stella Maris, Lauro de Freitas, na busca por uma casa. Ou Pituba, Itaigara, Jardim Armação, aí já um apartamento.

Espaço e privacidade

A família quer “espaço, privacidade”, e a preferência, portanto, é uma casa. Atualmente, eles vivem em um apartamento de dois quartos e 65 m².

“A área de serviço é conjugada com a cozinha, a gente não pode fazer uma fritura, tem de tirar a roupa do varal. Pensamos em um lugar maior, com mais verde, poder pisar o chão”.

O casal pondera, contudo, preços, e também custo com juros do financiamento, ainda elevada, na faixa entre 9% e 10%, em média.

Representante da Comissão de Atendimento ao Consumidor no Mercado Imobiliário (Crecicon) do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis na Bahia (Creci), Anderson Ventin confirma um aumento médio de 10% no preço de apartamentos na Grande Salvador no último ano, e de 20% no valor de casas. Ventin sabe do assunto, é especializado no mercado de Lauro de Freitas até o litoral norte.

Segundo ele, no primeiro caso a alta justifica-se pela alta procura versus o baixo número de lançamentos. Lembrando o preço comum de um imóvel (casa em condomínio) de médio padrão gira em torno de R$ 700 mil.

“A demanda reprimida é grande, sempre tem gente buscando”, conta.

Ventin pontua que, nos últimos 60 dias, houve uma queda na venda de apartamento econômico, novo e avulso (até R$ 200 mil), na região metropolitana de Salvador, devido ao lançamento, pela MRV, de um complexo residencial na avenida Paralela, entre Mussurunga e a Estrada Velha do Aeroporto, considerado por ele um sucesso comercial.

“Em 15 dias foram vendidos mais de 400 apartamentos. Com entrada facilitada, o financiamento só depois. Imóveis na casa de R$ 230 mil. O público com renda média até R$ 4 mil, que investiria em uma unidade pronta de até R$ 200 mil, em um endereço às vezes mais distante, foi atraído por esse empreendimento. Só com o saldo do FGTS (dava para pagar)”.

O especialista não vê no horizonte próximo margem para queda dos juros, e diz que, com "relacionamento", ou até bancos digitais, é possível fazer negócio com taxa de 7,9%.

Economista do DataZAP, Pedro Tenório fala que, com base no nível real de crédito imobiliário concedido a pessoas físicas como indicador de atividade de compra e venda de residências, vê "o mercado retraindo lentamente desde os primeiros meses de 2022, mas ainda em patamares bastante superiores à média histórica excluindo os anos mais fracos da série, ou seja, em um bom patamar".

“Isso é consequência das taxas de juros de financiamento imobiliário que aumentaram em decorrência do ciclo de aumentos da taxa Selic a fim de controlar a inflação. Vemos este cenário muito parecido para o Brasil e para Salvador. Embora não conheçamos a mesma série de dados específica para crédito concedido para o financiamento de imóveis na cidade, outras variáveis, como o próprio FipeZAP+ Venda, nos levam a crer que a atual trajetória média nacional está em sincronia com a dinâmica da capital baiana". Na área de locação, a alta dos preços no país no último ano é de 17,2%.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Publicações Relacionadas

A tarde play
Preço de imóveis registra alta no cenário nacional
Play

Saiba detalhes do complexo eólico de R$3 bilhões inaugurado na Bahia

Preço de imóveis registra alta no cenário nacional
Play

Chefe Dani Façanha mostra como fazer siri de forma sofisticada

Preço de imóveis registra alta no cenário nacional
Play

Shopping abre às 6h e recebe grande movimento em Salvador; veja

Preço de imóveis registra alta no cenário nacional
Play

Feira Baiana de Agricultura Familiar terá produtos de diversas regiões

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA