adblock ativo

Produção de motos cai 16,7% em janeiro e vendas recuam 18,7%, diz Abraciclo

Publicado sexta-feira, 06 de fevereiro de 2015 às 15:05 h | Atualizado em 19/11/2021, 06:37 | Autor: Igor Gadelha | Estadão Conteúdo
adblock ativo

A produção de motocicletas no Brasil caiu 16,7% em janeiro ante o mesmo mês do ano passado, mas cresceu 43,9% em relação a dezembro. Já as vendas recuaram 18,7% na comparação com janeiro de 2014 e 14,9% ante dezembro. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 06, pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

De acordo com a entidade, foram produzidas 122.037 motocicletas em janeiro, ante 146.557 unidades em janeiro do ano passado e 84.820 em dezembro, mês com menos dias úteis de produção por causa das férias coletivas concedidas pelas fábricas. Já os licenciamentos somaram 108.647 unidades, menos do que as 133.632 unidades vendidas em janeiro de 2014 e do que as 127.711 emplacadas em dezembro.

Apenas as vendas de motocicletas no atacado (para concessionárias) atingiram 104.185 unidades em janeiro, queda de 8,7% ante as 114.104 motos vendidas em dezembro e leve alta de 0,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. Já as exportações recuaram 73,8% ante janeiro de 2014 e 64,1% na comparação com dezembro, como reflexo da crise na Argentina. Em janeiro, foram vendidas 2.174 unidades para o exterior.

"O mês de janeiro é sempre atípico, por conta do período de férias. Além disso, os fabricantes aproveitaram o início do ano para ajustar os estoques nas fábricas e na rede", avalia o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian. Ele prevê que a lei que facilita a retomada do bem em financiamentos deve impactar positivamente no setor. "Desta forma, esperamos atingir os números de estabilidade projetados para 2015", diz.

adblock ativo

Publicações relacionadas