adblock ativo

Empreendedores com menos de 30: Senso Agência

Publicado quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 às 16:11 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Lorena Murici* | Foto: Adilton Venegeroles / Ag. A Tarde
As amigas Yäsmin, Camila e Andreza abriram a Senso Agência no intuito de aplicar os conhecimentos adquiridos
As amigas Yäsmin, Camila e Andreza abriram a Senso Agência no intuito de aplicar os conhecimentos adquiridos -
adblock ativo

Muitos dos empreendimentos saem de ideais que surgiram na faculdade, um trabalho acadêmico que deu certo ou uma reunião de amigas. Este é o caso da Senso Agência, empresa de marketing digital e gerenciamento de redes, composta pelas amigas Yasmin Sena, de 23 anos, que é publicitaria, Camila Carvalho, 23 anos, estudante de administração e Andreza Évany, de 24 anos, estudante de marketing.

A Senso nasceu de uma vontade em comum das amigas em ter um negocio próprio e por em prática as teorias e os conhecimentos adquiridos na faculdade. Enquanto uma queria ganhar um dinheiro extra, a outra queria aprender e outra queria "arrumar a bagunça".

A ideia inicial era começar como treinamento, mas depois do empreendimento dar mais certo do que esperavam, elas firmaram a empresa. As meninas uniram as afinidades e conhecimentos com o objetivo de fazer da Senso um sucesso.

"O Marketing digital e o gerenciamento de redes em si está no seu momento. As redes sociais deixam de ser o “algo a mais” e se torna uma ferramenta de venda, basicamente obrigatória. Unimos uma afinidade pessoal com a necessidade do mercado. Procuramos mostrar isso aos nossos clientes, e claro, mostrando também resultados logo, cada cliente que conseguimos foram por indicações dos que já são clientes nossos", disse Yasmin.

As sócias trabalham em home office e, com apenas 7 meses de negócio, as meninas estão conseguindo ter uma empresa rentável. Com o baixo custo operacional, elas conseguem reverter o lucro adquiridos em melhoras para a agência e para elas como profissionais.

"Como é uma área que se renova a todo tempo, temos que acompanhar, investimos em cursos online, adquirimos conhecimento e melhoramos a produtividade", falou Andreza.

As três não desistiram de um trabalho formal, todas trabalham por fora. Camila retificou que não é por insegurança, mas sim para aplicar métodos de tornar o negócio mais rentável e suprir as necessidades delas e da agência. A estudante de administração também comentou que a parte que elas tiveram mais dificuldades foi na questão burocrática: regularização da empresa, notas fiscais, questões bancárias.

"Nossa salvação foi o Google e a mãe de Andreza, que nos ajudou bastante nessa parte", revelou Camila.

Por terem 23 e 24 anos, muitas pessoas têm a ideia de que as pessoas não possuem a credibilidade e experiência para realizarem um bom trabalho. No caso das sócias, o caso foi diferente. O que era para ser um desafio, se tornou uma oportunidade.

"As pessoas veem jovens como os mais aptos para isso, aí temos uma reunião com o cliente, apresentamos o nosso trabalho, usando termos técnicos e atuais e acaba trazendo credibilidade para o nosso trabalho", disse Yasmin.

Para o futuro, as meninas querem muito mais. Além de sonharem com um cantinho físico para alavancar o negócio, elas também querem aumentar a equipe

"Queremos tornar a Senso em agência escola, um projeto pra trazer estudantes da área a partir do 1º semestre, colocando em prática a teoria aprendida na universidade. Sair de casos como: exigir experiência para estagiário. Sim, isso existe!", concluíram as três sócias.

Imagem ilustrativa da imagem Empreendedores com menos de 30: Senso Agência
"Como é uma área que se renova a todo tempo, temos que acompanhar, investimos em cursos online, adquirimos conhecimento e melhoramos a produtividade", falou Andreza

*Sob a supervisão da editora Lhays Feliciano

adblock ativo

Publicações relacionadas