Anvisa determina deportação de jogadores argentinos que teriam mentido para entrar no Brasil

Publicado domingo, 05 de setembro de 2021 às 13:36 h | Atualizado em 05/09/2021, 13:40 | Autor: Da Redação

Quatro jogadores argentinos deverão ser deportados do Brasil por determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa. Eles teriam passado informações falsas para entrar no país para enfrentar a seleção brasileira neste domingo, 05, pelas Eliminatórias Sul-Americanas.

Os jogadores Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Lo Celso teriam cometido crime imigratório. A Polícia Federal foi acionada.

Segundo a Anvisa, os estrangeiros foram proibidos de entrar no Brasil vindos da Grã-Bretanha, Irlanda do Norte, África do Sul ou Índia. e precisam passar por quarentena de 14 dias. Os atletas desembarcaram no Brasil afirmando que não passaram por países com retração. Em nota, a Anvisa afirmou que informações não oficiais dão conta de que os atletas passaram informações inverídicas.

"Os jogadores em questão, que chegaram ao Brasil em voo de Caracas (Venezuela) com destino a Guarulhos, declararam não ter passagem por nenhum dos quatro países com restrições nos últimos 14 dias".

A AFA (Associação de Futebol da Argentina), recorreu e solicitou autorização excepcional à Anvisa para que os atletas possam participar da partida contra o Brasil neste domingo, às 16h, na Neo Química Arena.

A Anvisa ainda não se manifestou.

Publicações relacionadas