adblock ativo

Bellucci perde uma posição e Federer se aproxima de Djokovic em ranking

Publicado segunda-feira, 26 de junho de 2017 às 10:48 h | Atualizado em 19/11/2021, 08:13 | Autor: Estadão Conteúdo
adblock ativo

Às vésperas de Wimbledon, o ranking da ATP sofreu apenas uma mudança em seu Top 10, na lista atualizada nesta segunda-feira. Mas trouxe novas pontuações que devem promover muitas alterações na relação dos principais tenistas ao fim do Grand Slam britânico, que terá início no dia 3 de julho.

Campeão do Torneio de Halle pela nona vez, o suíço Roger Federer foi quem mais somou pontos na semana passada. Ele se manteve na quinta colocação, mas está mais perto do sérvio Novak Djokovic, atual quarto colocado. Apenas 540 pontos separam agora os dois tenistas, que podem sonhar com o terceiro posto, do suíço Stan Wawrinka. Federer está a menos de mil pontos do compatriota.

No topo, o escocês Andy Murray também tem sua posição ameaçada. Tem pouco mais de dois mil pontos de vantagem sobre Rafael Nadal. Como defende o título em Wimbledon, Murray pode perder a liderança em caso de boa campanha do espanhol. Nadal já lidera o ranking da temporada, que define os classificados para o ATP Finals, no fim do ano.

Se no Top 5 a chance de mudanças já é grande, entre o sexto e o décimo colocado as possibilidades de alterações são ainda maiores. Pouco mais de 1.100 pontos separam o croata Marin Cilic do francês Jo-Wilfried Tsonga.

Cilic, por sinal, foi o único a trocar de posição no Top 10. Ele desbancou o canadense Milos Raonic ao ser vice-campeão do Torneio de Queen's, em Londres, no fim de semana. O austríaco Dominic Thiem, em oitavo, e o japonês Kei Nishikori, em nono, completam a restrita lista dos melhores do mundo.

Campeão em Queen's, o espanhol Feliciano López foi quem ganhou mais posições entre os 45 melhores do ranking. Ele subiu sete colocações, para o 25º lugar.

Entre os três melhores tenistas do Brasil, somente Thomaz Bellucci teve alteração em seu ranking. Ele perdeu uma posição e agora figura em 53º. Rogério Dutra Silva estacionou no 68º lugar, enquanto Thiago Monteiro sustentou a 98ª colocação.

Nas duplas, Marcelo Melo e Bruno Soares mantiveram suas posições tanto no ranking individual quanto na lista de parcerias. Melo é o terceiro do mundo, enquanto Soares aparece em 6º. Campeões em Halle, no fim de semana, Melo e o polonês Lukasz Kubot seguem como a melhor dupla da temporada até agora.

Soares e o escocês Jamie Murray, campeões em Queen's, formam a terceira melhor parceria do ano. Ambas as duplas faturaram dois títulos seguidos na temporada de grama, nas duas últimas semanas e devem chegar embalados a Wimbledon.

Confira os 20 primeiros colocados do ranking da ATP:

1.º - Andy Murray (ESC), 9.390 pontos

2.º - Rafael Nadal (ESP), 7.285

3.º - Stan Wawrinka (SUI), 6.175

4.º - Novak Djokovic (SER), 5.805

5.º - Roger Federer (SUI), 5.265

6.º - Marin Cilic (CRO), 4.235

7.º - Milos Raonic (CAN), 4.150

8.º - Dominic Thiem (AUT), 3.895

9.º - Kei Nishikori (JAP), 3.830

10.º - Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 3.075

11.º - Grigor Dimitrov (BUL), 3.070

12.º - Alexander Zverev (ALE), 3.070

13.º - David Goffin (BEL), 2.785

14.º - Tomas Berdych (RCH), 2.570

15.º - Lucas Pouille (FRA), 2.570

16.º - Gael Monfils (FRA), 2.545

17.º - Pablo Carreño Busta (ESP), 2.360

18.º - Jack Sock (EUA), 2.335

19.º - Roberto Bautista Agut (ESP), 2.155

20.º - Nick Kyrgios (AUS), 2.110

53.º - Thomaz Bellucci (BRASIL), 862

68.º - Rogério Dutra Silva (BRASIL), 708

98.º - Thiago Monteiro (BRASIL), 544

150.º - João Souza (BRASIL), 379

adblock ativo

Publicações relacionadas