Brasil defende invencibilidade nas Eliminatórias contra Bolívia

Seleção busca bater o recorde de maior pontuação em uma Eliminatória Sul-Americana

Publicado segunda-feira, 28 de março de 2022 às 22:30 h | Atualizado em 28/03/2022, 18:07 | Autor: AFP
O baiano Daniel Alves deve assumir a vaga na lateral direita
O baiano Daniel Alves deve assumir a vaga na lateral direita -

Classificada para Copa do Mundo de 2022, a Seleção brasileira defenderá nesta terça-feira, 28, sua invencibilidade nas Eliminatórias Sul-Americanas na altitude de La Paz contra a Bolívia, vice-lanterna e já eliminada.

Líder da competição com 42 pontos, o Brasil também busca bater o recorde de maior pontuação em uma eliminatória sul-americana, que pertence à Argentina de Marcelo Bielsa, com 43 pontos no caminho rumo ao Mundial da Coreia e do Japão-2002.

>>Acompanhe as principais noticias do mundo do esporte

Além da Bolívia, a Seleção ainda tem o jogo suspenso contra a Argentina para disputar nestas eliminatórias. Em setembro, as duas seleções se enfrentavam em São Paulo quando a Anvisa interrompeu a partida por questões de protocolo contra a Covid-19.

O Brasil visita a Bolívia no estádio Hernando Siles, a 3.640 de altitude. O árbitro do jogo será o paraguaio Eber Aquino.

Depois de golear o Chile no Maracanã por 4 a 0, o time comandado pelo técnico Tite se prepara para encarar a seleção boliviana sem Neymar e Vinícius Júnior, que receberam o terceiro cartão amarelo e estão suspensos.

Os prováveis substitutos, de acordo com o que se viu nos treinos da equipe na Granja Comary, serão Philippe Coutinho e Richarlilson.

Tite também deve promover outras alterações em relação ao time que derrotou o Chile, com Daniel Alves e Alex Telles nas laterais e Éder Militão no lugar de Thiago Silva na zaga. Já a dupla de volantes deve ser formada por Fabinho e Bruno Guimarães.

A delegação do Brasil chega nesta segunda-feira a Santa Cruz de la Sierra, onde passará a noite, e parte para La Paz na própria terça.

A Seleção só derrotou a Bolívia em La Paz uma única vez pelas Eliminatórias. Foi em 81, no torneio classificatório para a Copa do Mundo de 1982.

Além do histórico em casa contra o Brasil, a seleção boliviana também conta com o atacante Marcelo Moreno (ex-Cruzeiro, Grêmio e Flamengo), artilheiro das Eliminatórias com 10 gols, para despedir das eliminatórias de forma digna.


Bolívia x Brasil

Bolívia - Guillermo Viscarra - Jairo Quinteros, José María Carrasco, José Sagredo, Roberto Fernández - Moisés Villarroel, Fran Supayabe, Gabriel Villamil, Ramiro Vaca - Henry Vaca, Marcelo Moreno. Técnico: César Farías

Brasil - Alisson - Daniel Alves, Marquinhos, Éder Militão e Alex Telles - Fabinho, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá - Antony, Philippe Coutinho e Richarlison. Técnico: Tite. 

Publicações relacionadas