Campeão do mundo recebe dois amarelos mas não é expulso; entenda | A TARDE
Atarde > Esportes

Campeão do mundo recebe dois amarelos mas não é expulso; entenda

Emiliano Martínez, goleiro do Aston Villa, pegou duas cobranças de pênaltis

Publicado sexta-feira, 19 de abril de 2024 às 08:11 h | Atualizado em 19/04/2024, 08:36 | Autor: Beatriz Amorim
Campeão do mundo voltou a ser algoz dos franceses
Campeão do mundo voltou a ser algoz dos franceses -

Pelas quartas de final da Liga da Conferência, o goleiro Emiliano "Dibu" Martinez conseguiu defender duas cobranças de pênaltis e garantiu a classificação da sua equipe às semifinais da competição. Porém, além do desempenho positivo do camisa 1 do Aston Villa, da Inglaterra, outro fato chamou atenção: o duplo cartão amarelo dado ao jogador, que não foi expulso. 

No tempo regulamentar, o goleiro já havia recebido o primeiro cartão, por estar fazendo cera e atrasando o reinício do jogo, que foi contra o Llille, da França. Após o apito final da prorrogação, com um agregado de 3x3, Dibu voltou a ser algoz dos franceses com o seu típico jogo mental, que ficou bastante conhecido durante a Copa do Mundo de 2022,e foi novamente punido.

No entanto, segundo a International Board, entidade que regula o futebol internacional, os cartões aplicados durante o tempo regulamentar de um confronto não são acumulados para as disputas de pênaltis. Leia o artigo 10 da regra:

"Cartões amarelos aplicados durante o jogo (incluindo a prorrogação) não são levados para a disputa de pênaltis. Um jogador que recebe um cartão amarelo durante o jogo e outro na disputa de pênaltis não é expulso. As duas advertências separadas são reportadas para as autoridades apropriadas"

Dibu Martinez, goleiro do Ason Villa
Dibu Martinez, goleiro do Ason Villa |  Foto: Sameer Al-DOUMY | AFP

Na ocasião do segundo amarelo, o árbitro da partida interpretou que o goleiro estava provocando os torcedores do Lille e atrasando a cobrança seguinte. Entretanto, após uma conversa direta, Dibu explicou que estava pedindo a bola ao gandula para que o companheiro conseguisse efetuar o pênalti. 

Com a nova regra da Fifa, que impede que o goleiro desconcentre o adversário, Dibu foi um pouco mais contido, a fim de evitar uma expulsão. Desta forma, após defender a primeira cobrança, de Nabil Bentaleb, o argentino fez o sinal de silêncio em direção a torcida adversária. Para garantir a classificação, o "carrasco" dos franceses pegou a quinta cobrança, de André, e saiu dançando. 

Vale lembrar que, durante o Mundial de 2022,  Emiliano Martinez pegou quatro pênaltis, dois contra a Holanda, nas quartas de final, e dois contra a França, na grande decisão, levando a Argentina ao tricampeonato.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS