"Chegamos nesse ponto porque aquilo que a Anvisa orientou não foi cumprido", diz diretor da Agência

Publicado domingo, 05 de setembro de 2021 às 16:28 h | Atualizado em 05/09/2021, 17:05 | Autor: Da Redação

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, afirmou que a intervenção na partida entre Brasil e Argentina, na tarde deste domingo, 05, só foi realizada pelo não cumprimento da orientação da Agência.

"Chegamos nesse ponto porque tudo aquilo que a Anvisa orientou, desde o primeiro momento, não foi cumprido. Eles tiveram orientação para permanecer isolados para aguardar a deportação. Mas não foi cumprido. Eles se deslocam até o estádio, entram em campo, há uma sequência de descumprimentos", disse, em entrevista à Globo.

Ele explicou que os quatro atletas chegaram em território nacional, apresentam a declaração de saúde do viajante com informações faltantes.

"Neste documento não falava que eles passaram por um dos três países que estão restritos, justamente para a contenção da pandemia. Mas depois foi constatado que eles passaram pelo Reino Unido", disse.

"Não tenho conheicmento da lei desportiva. Sei do aspecto sanitário e esses quatro jogadores precisam ser deportados do Brasil, serão, obviamente, autuados e multados, uma sequencia curta, mas significativa de infrações sanitárias. A regra desportiva do reinício do jogo, não tenho conhecimento", afirmou.

Publicações relacionadas