Clubes e Turner não chegam a acordo; empresa deve entrar na justiça

Publicado sexta-feira, 26 de junho de 2020 às 20:37 h | Atualizado em 26/06/2020, 20:49 | Autor: Da Redação

A Turner não conseguiu avançar nas últimas semanas em seu acordo com os oito clubes do Brasileirão para a transmissão da Série A. Com isso, a empresa deverá entrar na justiça, após o dia 30 de junho, contra Palmeiras, Santos, Bahia, Ceará, Fortaleza, Athletico, Coritiba e Internacional.

Segundo informações do Uol Esportes, enquanto a Turner argumenta a quebra de diversas cláusulas contratuais por parte dos clubes, as agremiações alegam que a programadora não quis um acordo para forçar a rescisão sem pagamento de multa que, somados todos os times, chega a R$ 2,1 bilhões.

O clube que chegou mais perto de fechar um acordo com a empresa foi o Internacional, mas ambos divergiram em relação aos valores. Uma nova reunião envolvendo a Turner e o Colorado deverá ocorrer na semana que vem. O contrato dos gaúchos se encerrará no fim da atual temporada.

Os demais vínculos envolvendo Turner e clubes vão até 2024. No entanto, a empresa já notificou as agremiações que se não for encontrado um denominador comum até terça-feira, 30, irá abrir um processo judicial.

"Na ausência dessa proposta, a Turner entenderá que não há interesse dos Clubes em prosseguir nas tratativas e tomará as medidas cabíveis, na forma do Contrato", concluiu a empresa.

Publicações relacionadas