adblock ativo

Cruzeirense é ferido no olho em briga com palmeirenses

Publicado quinta-feira, 24 de setembro de 2009 às 18:57 h | Atualizado em 24/09/2009, 18:57 | Autor: Agência Estado
adblock ativo

Um adolescente de 13 anos perdeu a visão do olho direito após ser atingido por um tiro de bala de borracha durante um confronto entre torcedores do Cruzeiro e do Palmeiras, na noite de quarta-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte. Torcedor cruzeirense, Douglas Henrique Marinho de Oliveira foi ao estádio para acompanhar o time do coração junto com o padrasto. Na saída, quando passavam pelo portão 13, eles se viram envolvidos em um confronto entre as organizadas rivais Máfia Azul e Mancha Alviverde.

Policiais militares utilizaram bombas de efeito moral e dispararam tiros de bala de borracha para tentar dispersar a confusão. O adolescente foi ferido no olho direito e seu padrasto atingido no abdome. "A gente que estava ali parado, meio assustado, eles chegaram atirando", contou o padrasto do jovem - que preferiu não se identificar - à rádio Itatiaia.

Douglas foi atendido pelo plantão médico no Mineirão e em seguida encaminhado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS). Ele foi submetido a uma cirurgia na manhã desta quinta, mas à tarde a assessoria da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) confirmou a perda da visão do olho direito.

Vera Lúcia Marinho, mãe de Douglas, desabafou: "Tem muito vagabundo para eles atirarem. É revoltante", disse. "Tirou a vista de um inocente. Meu filho só tem 13 anos. Vai começar a vida agora cego?"

O comandante de policiamento especializado de Minas Gerais, coronel Sandro Teatine, informou que foi instaurado o Inquérito Policial Militar (IPM) para investigar o incidente. A arma foi apreendida para a identificação do responsável pelo disparo que atingiu o adolescente.

Segundo o coronel, durante o confronto foram "utilizados equipamentos previstos para o processo de dispersão". "Essa criança estava exatamente entre os dois grupos", lamentou.

O padrasto de Douglas registrou boletim de ocorrência e prometeu levar o caso à Corregedoria da PM. A Polícia Civil também poderá abrir um inquérito para investigar o caso. O adolescente permanecia internado até a noite desta quinta. Conforme a assessoria do hospital, Douglas irá utilizar um implante no olho direito.

adblock ativo

Publicações relacionadas