Diretor da Sudesb valoriza legado olímpico da Bahia: "Inequívoco" | A TARDE
Atarde > Esportes

Diretor da Sudesb valoriza legado olímpico da Bahia: "Inequívoco"

Vicente Neto se mostrou animado com a possibilidade do Brasil receber a Copa do Mundo de futebol feminino

Publicado sexta-feira, 15 de dezembro de 2023 às 21:10 h | Atualizado em 15/12/2023, 22:11 | Autor: Marcos Valença *Direto do Rio de Janeiro e Lincoln Oriaj
Vicente Neto, diretor geral da Sudesb
Vicente Neto, diretor geral da Sudesb -

Convidado para representar o estado da Bahia no Prêmio Brasil Olímpico, o diretor geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), Vicente Neto, bateu um papo exclusivo com a reportagem do Portal A TARDE, direto da Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, e valorizou o legado olímpico que a Bahia tem.

“O legado olímpico para a Bahia é inequívoco. Nós ficamos com a piscina olímpica, uma piscina semi-olímpica, após a olimpíada. Nós ficamos com o ginásio poliesportivo em Cajazeiras. Nós ficamos com o Centro Panamericano de Judô, hoje transformado num centro de artes marciais. E também o Centro de Artes Marciais do Largo de Roma, que completa essa novidade em relação à infraestrutura esportiva da Bahia, que foi se renovando, foi ampliando e tem garantido muita inclusão social também”, contou o presidente da Sudesb ao Portal A TARDE.

“No caso da canoagem, um programa especial chamado Remando nas Águas da Bahia. Eram três núcleos, três centros de canoagem. Agora nós estamos com cinco chegando a seis. Então, portanto, espalhamos e temos nessa modalidade, além de iniciação esportiva, resultados olímpicos consideráveis para Bahia e para o Brasil”, complementou.

Vicente aproveitou para contar novidades da candidatura de Salvador para ser cidade-sede na próxima Copa do Mundo de futebol feminino, em 2027, caso o Brasil seja escolhido como país sede. O Brasil concorre duas candidaturas conjuntas, sendo uma da UEFA (Bélgica, Holanda e Alemanha) e uma da Concacaf (Estados Unidos e México).

“Estamos em tratativas com a direção da CBF sobre essa candidatura. Então, estamos muito confiantes de que a Bahia será um dos estados escolhidos pela infraestrutura, pela fonte nova que nós temos. Uma arena que é legado da Copa do Mundo, pela relação com a direção da CBF e também por sermos um estado em que o sistema estadual de esporte de lazer está em pleno funcionamento. Estamos investindo muito na participação feminina, seria um brinde para a Bahia a escolha de Salvador como cidade-sede”, completou Vicente Neto.

Organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a 24ª edição do Prêmio Brasil Olímpico foi realizada na noite desta sexta-feira, 15, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. A premiação é considerada o "Oscar" do esporte brasileiro e tem cobertura completa do Portal A TARDE.

Publicações relacionadas