Em empate com Atlético, Messi marca 700º gol na carreira

Publicado terça-feira, 30 de junho de 2020 às 20:33 h | Atualizado em 30/06/2020, 20:39 | Autor: AFP

O Barcelona (2º) empatou em casa nesta terça-feira, 30, por 2 a 2 com o Atlético de Madrid (3º) e pode ter se complicado em sua luta pelo título em uma partida que teve como destaque o gol de número 700 da carreira marcado pelo astro argentino Lionel Messi, de pênalti.

O Barça agora corre o risco de ver o Real Madrid (1º) abrir quatro pontos de vantagem se o time merengue derrotar o Getafe (5º) na quinta-feira.

A equipe catalã ficou em vantagem duas vezes, com um gol contra de Diego Costa (12) e o pênalti convertido por Messi (50), mas o Atlético alcançou o empate com dois gols de Saúl Ñíguez, cobrando penalidade nas duas ocasiões (19 e 62).

Messi cobrou seu pênalti de cavadinha, suavemente e no centro, chegando aos 700 gols em sua brilhante carreira: foram 630 com a camisa do Barcelona e 70 pela seleção argentina.

O argentino lidera a artilharia do campeonato espanhol com 22 gols em 28 partidas, bem acima dos 17 do segundo colocado, o atacante francês do Real Madrid, Karim Benzema.

Mas esse momento histórico do craque de 33 anos não foi suficiente para dar a vitória a um Barça que precisava da vitória para continuar lutando contra o Real Madrid, levando em conta também que, no fim de semana, a equipe catalã visitará o Villarreal (6º), um dos times em melhor fase após a retomada do campeonato.

Sevilla vence Leganés

O Sevilla venceu o Leganés por 3 a 0 na noite desta terça-feira, pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol, consolidando seu quarto lugar, e ficando provisoriamente cinco pontos à frente de seu primeiro perseguidor, o Getafe.

Os sevilhanos comandados por Julen Lopetegui ganharam com dois gols do meia Oliver Torres (aos 23 e aos 35 minutos), e um gol na reta final da partida do atacante hispano-marroquino Munir El Haddadi (82).

Com esse resultado o Sevilla tem agora 57 pontos e segue firme em seu caminho rumo à Liga dos Campeões.

Já o Leganés, com 25 pontos, afunda na zona de rebaixamento, e está a 9 pontos do Celta de Vigo, o primeiro time que ocupa uma posição que garante a permanência.

Mallorca ainda acredita

Com uma vitória de 5 a 1 sobre o Celta, adversário direto na luta pela permanência, o Mallorca conquistou três pontos que lhe permitem continuar sonhando em se manter na elite.

Em caso de derrota, o time teria colocado um pé na segunda divisão, mas a vitória permite que o Mallorca se aproxime e fique a cinco pontos do Celta, que após o empate com o Barcelona no fim de semana passado acreditou que já estaria quase salvo.

O bósnio Ante Budimir de pênalti (13), o colombiano 'Cucho' Hernández (27) e Alejandro Pozo (40) colocaram o Mallorca em clara vantagem antes mesmo do intervalo.

Logo após o reinício, Iago Aspas reduziu para o Celta, também de pênalti (50), mas novamente Budimir (52) e Salva Sevilla (60) garantiram os três pontos para o Mallorca.

Publicações relacionadas