adblock ativo

Bahia demite gerente de futebol Éder Ferrari

Publicado sexta-feira, 08 de julho de 2016 às 15:39 h | Atualizado em 08/07/2016, 15:50 | Autor: Da Redação
Éder Ferrari
Éder Ferrari -
adblock ativo

A reformulação iniciada com a chegada da comissão técnica de Guto Ferreira atingiu não só quatro jogadores do plantel (Hayner, Danilo Pires, Thiago Ribeiro e João Paulo Penha) e o o preparador físico Reverson Pimentel. O clube, por meio de comunicado divulgado nesta sexta-feira, 8, anunciou a demissão do gerente de futebol Éder Ferrari.

"O clube agradece os serviços prestados e a dedicação destes profissionais nos últimos 19 meses, além de desejar boa sorte no seguimento de suas carreiras".

Nas redes sociais, Ferrari agradeceu ao clube, mas revelou frustrações. "Ontem recebi a notícia de que não continuaria o trabalho no meu Bahêa. Sentimento de frustração e, de certa forma, de alívio. Do meu primeiro dia no clube ao último, não houve um minuto sequer sem que pedissem minha demissão. 'O que ele faz?'; 'Só está por ser amigo do presidente'; 'Sanguessuga', etc. Até de mercenário fui chamado. O modus operandi, infelizmente, não muda. Bater de frente com o sistema não é fácil! Fechei a porta do clube para muitos empresários bandidos, que só faziam surrupiar o Bahia", desabafou.

O ex-gerente tricolor também afirmou que "criaram  uma pressão de fora para dentro, venderam mentiras, boatos infundados e levaram torcedores desinformados a acreditar no que não existia". Confira abaixo o comunicado na íntegra.

Com a saída de Ferrari, o supervisor de futebol Miguel Batista é quem chefia a delegação tricolor na intertemporada em Porto Seguro.

adblock ativo

Publicações relacionadas