Ceni celebra desempenho do Bahia, mas pontua: "Não podemos acomodar" | A TARDE
Atarde > esportes > E.C.Bahia

Ceni celebra desempenho do Bahia, mas pontua: "Não podemos acomodar"

Tricolor marcou 16 gols e sofreu apenas um nos últimos cinco jogos

Publicado quinta-feira, 08 de fevereiro de 2024 às 01:07 h | Autor: Lincoln Oriaj
O Bahia está 100% na temporada sob o comando de Rogério Ceni
O Bahia está 100% na temporada sob o comando de Rogério Ceni -

Sob o comando de Rogério Ceni, o Bahia tem empolgado neste início de temporada. São cinco vitórias em cinco jogos com 16 gols marcados e apenas um sofrido. Na noite desta quarta-feira, 7, o Tricolor goleou o Itabuna por 5 a 0 na Arena Fonte Nova e o comandante gostou do que viu.

Em entrevista coletiva após a partida, Ceni celebrou o desempenho ofensivo do time e descartou qualquer desrespeito ao adversário diante da goleada. O Bahia finalizou 34 vezes, sendo 18 na direção do gol.

“Acho que é um time bem conectado com o que a gente trabalha no dia a dia. É um time com mais concorrência que o ano passado, trocamos nove jogadores do último jogo. Cabe a cada um aproveitar as oportunidades. A concorrência saudável, o estímulo é importante para que todos queiram vencer”, explicou Ceni.

“Não podemos nos acomodar. O respeito é demonstrado jogando ofensivamente, jogando para vencer. Todo mundo foi até o limite e tentou fazer cada vez mais gols. Acho que a concorrência entre as posições estimula que você esteja sempre ligado”, complementou.

Mesmo com sua equipe tendo o controle total da partida do início ao fim, Ceni apontou falhas, reclamou de de jogadas que não foram concluídas e afirmou que há correções a serem feitas para a sequência da temporada.

“Acho que o mérito todo sempre é de quem executa, dos jogadores. A gente tem um pensamento para o jogo, eu só fico chateado quando tem um passe óbvio para as tabelas e a gente não faz. Por isso, às vezes eu lamento durante o jogo. Mas o mérito total é dos jogadores, que continuaram atacando”, analisou o treinador.

“Só acho que temos que ter um pouco de calma. Alguns times oferecem bastante resistência. Outros times não oferecem tanta resistência. Mas para um ano todo, para quando você entrar em jogos mais complicados, acho que falta muito ainda para a gente chegar em um ponto que seja ideal. Claro que todos ficam empolgados, mas temos que ter calma. Ainda existem carências que precisamos ajustar”, concluiu o ex-goleiro.

Agora o Bahia muda o foco para o jogo diante do River-PI, pela 2ª rodada da Copa do Nordeste. O duelo está marcado para as 16h de sábado, 10, no Estádio Albertão, em Teresina. Pelo Baianão, o próximo compromisso é o clássico Ba-Vi, dia 18 de fevereiro.

Publicações relacionadas