Com golaço de Jacaré, Bahia vence o Sport e segue 100% na Fonte Nova | A TARDE
Atarde > Esportes > E.C.Bahia

Com golaço de Jacaré, Bahia vence o Sport e segue 100% na Fonte Nova

Tricolor retoma a vice-liderança da Série B, com 22 pontos, atrás somente do Cruzeiro

Publicado quarta-feira, 08 de junho de 2022 às 23:26 h | Atualizado em 09/06/2022, 01:07 | Autor: Luiz Teles
Clássico nordestino foi marcado por bastante equilíbrio
Clássico nordestino foi marcado por bastante equilíbrio -

Foi de novo no sufoco! Com a ajuda da sua torcida e numa partida difícil, o Bahia contou com um golaço de Jacaré para vencer o Sport, por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, pela 11ª rodada da Série B. Com o resultado, o Tricolor voltou à 2ª colocação na tabela e segue com cinco pontos de diferença para o Grêmio, que ocupa o 5º lugar.

>>Leia mais notícias sobre o Bahia

 

ge
 

O Esquadrão volta a campo agora no sábado, fora de casa, contra o Operário-PR. Os atletas se reapresentam nesta sexta-feira, 10, e iniciam a preparação para o duelo, que deve ter o retorno de Ignácio à zaga, após cumprir suspensão. Lesionados, Rezende e Marco Antônio serão reavaliados para saber se terão condições de viajar. 

O jogo

Com Marco Antônio vetado antes com uma lesão muscular, não coube alternativa ao técnico Guto Ferreira a não ser escalar o ataque com Rodallega, Davó e Rildo, contando também com a entrada de Mugni na vaga deixada por Rezende no meio-campo. Mas o trio dos sonhos da torcida pouco funcionou na etapa inicial, com o bom sistema defensivo do Sport ganhando os principais duelos e proporcionando apenas chutes de média e longa distância ao Tricolor.

O Bahia teve mais posse, mas nenhum dos dois times teve o controle das ações nos primeiros 45 minutos.  Sem conseguir roubar bolas no ataque, o Tricolor não teve sucesso no seu jogo de transição, em uma jornada pouco inspirada ofensivamente de seu meio-campo, com Daniel anulado pela marcação forte do Sport e Mugni sem repetir o mesmo desempenho da partida contra o Criciúma. Além disso, os lançamentos da defesa para o ataque poucas vezes atingiram o destino.

A melhor chance de abrir o marcador coube aos pernambucanos, num lance em que Giovanni driblou Luiz Otávio na área e, cara a cara com Danilo, chutou por cima do travessão. Pelo Bahia, a oportunidade mais aguda coube a Rildo, que fez um drible de corpo na entrada da área, tentou colocar no ângulo, mas arrematou para fora. 

As duas equipes mantiveram a mesma ‘pegada’ no segundo tempo, numa partida que ficou marcada por muita marcação e vontade dos atletas, e pouca inspiração na criação de jogadas. Só que se nos primeiros 45 minutos o Bahia teve mais posse e cercou mais o adversário, houve uma inversão de papeis na etapa final, com o Sport tomando conta dos espaços, mas sem conseguir criar boas chances para marcar.

A pressão do Rubro-Negro aumentava à medida que os jogadores do Esquadrão mostravam cansaço e esse panorama só mudou quando Guto Ferreira resolveu mexer no time, com as entradas de Luiz Henrique, Emerson Santos e Jacaré, nos lugares dos esgotados Djalma, Mugni e Davó. A renovação do lado esquerdo tricolor fez de imediato com que a partida se equilibrasse, dando um respiro ao Bahia, que seguia sem conseguir encaixar uma boa jogada de ataque.

E quando tudo se encaminhava para um empate sem gols na Fonte Nova, a estrela do Bahia voltou a brilhar nos minutos finais, e o gol veio justamente dos pés de dois reservas. Emerson Santos pegou um rebote na entrada da área, driblou o marcador e rolou para Jacaré, que também precisou enganar um defensor antes de ficar livre para chutar com a perna esquerda, de fora da área, e acertar um balaço no ângulo.

O golaço acendeu a torcida, que andava quieta. Embalado pelas arquibancadas, o Bahia se fechou e marcou o Sport sem ceder muitos espaços, garantindo assim seu sexto triunfo em seis jogos pela Série B na Fonte Nova, e mais uma rodada na zona de acesso à Série A.

FICHA TÉCNICA:

Bahia 1x0 Sport - 11ª rodada do Brasileirão da Série B

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Alex dos Santos e Thiaggo Americano Labes (ambos de SC)

Cartões amarelos: Rodallega, Emerson Santos, Patrick e Daniel (Bahia); Sander e Pedro Naressi (Sport)

Cartões vermelhos: Carlos Eduardo (Sport)

Gols: Jacaré (Bahia)

Bahia - Danilo Fernandes; Douglas Borel, Didi (Gabriel Xavier), Luiz Otávio e Djalma (Luiz Henrique); Patrick, Mugni (Emerson Santos) e Daniel; Rildo (Raí Nascimento), Matheus Davó (Vitor Jacaré) e Rodallega. Técnico: Guto Ferreira.

Sport - Mailson; Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Fabinho (Pedro Naressi), Bruno Mathias (Ronaldo Henrique) e Thiago Lopes (Bill); Luciano Juba, Giovanni (Búfalo Parraguez) e Kayke (Vanegas). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS