adblock ativo

Em fase apagada, meia Régis voltará a ser titular no sábado

Publicado quinta-feira, 08 de setembro de 2016 às 23:05 h | Atualizado em 08/09/2016, 22:16 | Autor: Daniel Dórea
Treino Bahia_Regis
Treino Bahia_Regis -
adblock ativo

Em seus 25 primeiros dias habilitado para jogar pelo Bahia, o meia Régis disputou duas partidas como titular e marcou dois gols. Agora, já com 100 dias como atleta do clube, os demais números permanecem imutáveis.

Dono de uma perna esquerda habilidosa e de boa técnica para passar e driblar, o jovem de 23 anos causou boa impressão em seus momentos iniciais no Tricolor. Depois, no entanto, seu desempenho sofreu uma queda brusca. Tanto que, apesar dos jogos não mais que medianos que tem feito o titular do setor Renato Cajá, o paulista de Jales não vem ameaçando sua vaga.

No sábado, 10, no duelo das 16h30 com o Náutico, na Arena Pernambuco, a oportunidade voltará a surgir para Régis, que substitui o suspenso Cajá. Ele sairá jogando pela primeira vez desde a derrota por 2 a 1 para o Brasil, em Pelotas, no dia 25 de junho. Por coincidência, no outro jogo em que esteve na escalação inicial o Esquadrão também perdeu: 2 a 1 para o Londrina, na Fonte Nova, exatamente uma semana antes.

Procurado pela reportagem para comentar sobre a nova chance de atuar como titular, o armador preferiu se reservar. A resposta precisa ser dada no campo, certamente pensa.

Ao todo, Régis soma 14 embates com a camisa do Bahia, totalizando 494 minutos em campo (média de 35 por partida). Em 12 desses jogos, o atleta entrou só no segundo tempo. Foi nessa situação que ele marcou seus dois gols pelo time, nos triunfos por 3 a 0 contra CRB (em 11 de junho) e Paysandu (4 de junho, há mais de três meses).

Em oito dos 12 duelos em que entrou no decorrer da partida, Régis substituiu Renato Cajá como meia de ligação central. No entanto, ele trabalha também como armador pelos lados, função que executou, por exemplo, ao ingressar na vaga de Edigar Junio.

Dois voltam

A atividade tática desta quinta-feira, 8, no Fazendão, confirmou não apenas a titularidade de Régis como o retorno do atacante Allano e do lateral direito Eduardo à equipe principal. Eles cumpriram suspensão no jogo do último sábado, na Fonte Nova, diante do Vasco.

Com essas três mudanças, a equipe deverá ser escalada por Guto Ferreira com Muriel; Eduardo, Tiago, Jackson e Moisés; Luiz Antônio, Juninho e Régis; Allano, Edigar Junio e Hernane.

adblock ativo

Publicações relacionadas