Jequié aproveita time alternativo do Bahia e vence na estreia | A TARDE
Atarde > esportes > E.C.Bahia

Jequié aproveita time alternativo do Bahia e vence na estreia

Alex Gonçalves marcou e ajudou o Jipão a quebrar tabu de 53 anos

Publicado quarta-feira, 17 de janeiro de 2024 às 23:32 h | Atualizado em 18/01/2024, 01:52 | Autor: Lincoln Oriaj
Lucas Aruba lamenta principal chance perdida pelo Bahia
Lucas Aruba lamenta principal chance perdida pelo Bahia -

Ainda não foi o time principal, mas o Bahia entrou em campo oficialmente na temporada 2024. Na noite desta quarta-feira, 17, o Tricolor recebeu o Jequié na Arena Fonte Nova, pela 1ª rodada do Campeonato Baiano, e estreou com derrota por 1 a 0. Alex Gonçalves marcou o único gol da partida, que contou com as estreias de Adriel e Caio Roque no Esquadrão.

O resultado não agradou os mais de 11 mil tricolores que foram à Arena Fonte Nova e deixou o Bahia na parte de baixo da tabela do estadual. O Jequié, por sua vez, aparece entre os quatro primeiros colocados em seu ano de retorno à elite do futebol baiano. O Jipão quebrou um tabu de 53 anos sem vencer o Esquadrão.

Já neste fim de semana, as duas equipes voltam a campo pela 2ª rodada do Campeonato Baiano. Enquanto o Jequié recebe o Barcelona de Ilhéus às 18h30 de sábado, 20, o Bahia vai até Alagoinhas enfrentar o Atlético às 16h do dia seguinte.

Primeiro tempo

Mesmo com um time alternativo, formado em sua maioria por jogadores das categorias de base, o Bahia dominou as ações nos primeiros 45 minutos. No entanto, quem saiu em vantagem foi o atual campeão da Série B do Campeonato Baiano. Logo aos 10 minutos, Alex Gonçalves recebeu a bola na entrada da área, ajeitou para o pé direito e chutou forte, no canto direito de Adriel, que caiu, mas não conseguiu fazer a defesa.

A partir daí, o Jequié deixou claro que a estratégia era se defender e tentar aproveitar os possíveis contra-ataques. O Bahia, por sua vez, ficou com a posse de bola, mas teve dificuldades para penetrar a defesa do Jipão. O principal destaque, ainda com certa timidez, foi Roger Gabriel, uma das maiores promessas da base do Esquadrão.

Foi dos pés dele, inclusive, que originou a primeira oportunidade clara de gol do Bahia na partida. O meia conseguiu bom lançamento, do lado direito de ataque, para Lucas Aruba, que chegou por trás da marcação e cabeceou na trave. No fim, o Jequié levou a vantagem de um gol para o vestiário.

Estratégia do Jequié funcionou bem e o time conquistou três pontos fora de casa
Estratégia do Jequié funcionou bem e o time conquistou três pontos fora de casa |  Foto: Uendel Galter | Ag. A TARDE

Segundo tempo

Após o intervalo, o técnico Rogério Ferreira tirou Caio Roque, que não jogava desde dezembro de 2022, para colocar Rafael Soares. Já Gabardo Júnior, fez duas substituições no Jequié: saíram Arthur Caculé e Vagner, para as entradas de Elivelton e Medina.

Mas o cenário dentro de campo não foi alterado. O Jequié se fechou na defesa para segurar o resultado e o Bahia não conseguia oferecer perigo ao goleiro Marcos. Aos 5 minutos, Everton até finalizou, mas o goleiro do Jipão fez a defesa sem grandes dificuldades.

Caminhando para o fim do jogo, aos 38, o zagueiro Sérgio Baiano fez falta em Lucas Aruba, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Com um jogador a mais, o Bahia tentou ir para cima na base do desespero, mas o sistema defensivo do Jequié se manteve firme e intransponível para garantir três pontos para o atual campeão da Série B do Baianão.

Publicações relacionadas