Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > esportes > E.C.BAHIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
03/12/2023 às 21:36 • Atualizada em 04/12/2023 às 7:30 - há XX semanas | Autor: Marcello Góis

DECEPÇÃO

"Me sinto envergonhado", diz abatido Ceni após derrota do Bahia

Tricolor de Aço não depende mais de si para se manter na Série A

Ceni em derrota do Bahia para o América Mineiro
Ceni em derrota do Bahia para o América Mineiro -

Com atuação abaixo da crítica, o Bahia foi derrotado de virada por 3 a 2 para o já rebaixado América-MG, na Arena Independência, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Vindo de duas derrotas seguidas, o Esquadrão de Aço segue com 41 pontos ganhos e não depende mais de si para se manter na Série A. O time ocupa a 17ª posição, sendo o primeiro dentro do Z-4.

Em entrevista coletiva pós-jogo neste domingo, 2, o técnico Rogério Ceni demonstrou frustração com o resultado negativo. Abatido, ele se disse envergonhado e lamentou não conseguir um ponto nos últimos dois jogos. O Tricolor ainda atuou por mais de 30 minutos com um jogador a mais.

"Sobre São Paulo eu falei no último jogo já, sobre hoje acho que nós tentamos de todas as maneiras vencer a partida, tivemos todas as oportunidades, criamos, tivemos dentro do gol praticamente para colocar a bola, infelizmente não entrou. O torcedor logicamente fica decepcionado, assim como a gente, nós temos que tentar reunir forças para a quarta-feira. O campeonato não se encerrou. Lamento não conseguir minimamente um ponto em dois jogos e jogar contra um time que já caiu para a Série B. Me sinto envergonhado até pelo meu trabalho, ser sincero com você, mas nós temos que reunir forças, achar um time que seja compatível para jogar contra o Atlético, que é um time forte, e tentar a nossa última cartada, que é vencer na Fonte Nova", explicou.

Sobre o jogo, Ceni revelou que fez todas as possibilidades em relação a mudanças na equipe. O time criou oportunidades e desperdiçou chances claras, especialmente na etapa final. Para o comandante Tricolor, a falta de tranquilidade na execução foi determinante.

"O fato de jogar com um jogador a menos nós exploramos bem. Nós abrimos com a Ademir e Biel, depois de Jacaré, colocamos dois noves na área, jogamos só com um zagueiro e dois laterais mais por dentro, e aí no meio de campo com dois volantes, com o Rezende e o Nico [Acevedo] e com o Cauly de 10, ou seja, nós tentamos de todas as maneiras em alguns momentos. Nós tomamos decisões erradas. Em outros momentos a bola não sei como não entrou. Nem vi ainda até agora os lances do jogo, mas eu acho que quando nós tivemos a superioridade, nós criamos todas as oportunidades para fazer o gol, nós não tivemos talvez a tranquilidade, a calma, o lado mental um pouco mais forte para fazer essa conclusão de no mínimo, minimamente sair com um ponto daqui, o que tiraria parcialmente a gente da zona de rebaixamento", detalhou.

O Bahia decide sua vida diante do Atlético-MG, na próxima quarta-feira, 6, às 21h30, pela última rodada do certame. Com um tempo curto de preparação, o treinador afirmou que não tem como fazer mudanças drásticas na equipe mirando o jogo decisivo.

"Não tem como mudar em dois dias. Se eu disser que vou mudar tudo agora a bola, pode entrar no próximo jogo, as que nós perdemos. Eu acho que nós não teremos tantas oportunidades como tivemos hoje, mas em outros jogos nós tivemos menos oportunidades e conseguimos concluir melhor a gol, Acho que isso pode acontecer, mas dizer que nós vamos mudar em dois dias, um deles os quais a gente usa praticamente para recuperar os jogadores, o outro treino leve para ter minimamente energia para poder colocar o que a gente julga ser o melhor time para enfrentar o Atlético", pontuou.

Para Rogério Ceni, o aspecto mental supera o esgotamento físico, devido ao final da temporada.

"Metal. Muito mais mental do que o cansaço. Talvez para esse último jogo, o intervalo é o menor de todos, mas nos últimos jogos o intervalo é o maior. Mas eu acho que está muito na cabeça essa situação lá, vivida muito dentro do lado psicológico. É a única coisa que eu posso explicar, porque o volume de chances que nós criamos, com as chances perdidas, elas ruminam. No último jogo, um gol faltando dois minutos para acabar o jogo, ou seja, uma série de erros que acontecem e por isso nós estamos nessa situação", disse Ceni

"Eu não sou profissional da área de psicologia. O que eu posso é motivar sempre meus atletas. Tem que fazer o melhor por eles, mostrar o melhor caminho para o jogo. Tentar sempre incentivá-los e cobrar, porque é natural. Tem que haver sempre a cobrança, em sentido de melhorar. É o que nós temos que saber que ainda há uma chance de um triunfo e temos que trabalhar em busca dele. Agora, nós não vamos mudar o perfil psicológico em dois dias, nós temos que tentar conviver com essa derrota e fazer um resultado melhor do que Vasco e Santos", complementou.

Assuntos relacionados

América-MG Bahia campeonato brasileiro coletiva EC Bahia Rogério Ceni Rpgério Ceni série a

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

América-MG Bahia campeonato brasileiro coletiva EC Bahia Rogério Ceni Rpgério Ceni série a

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

América-MG Bahia campeonato brasileiro coletiva EC Bahia Rogério Ceni Rpgério Ceni série a

Publicações Relacionadas

A tarde play
Ceni em derrota do Bahia para o América Mineiro
Play

Segredo revelado? Saiba caminho percorrido pelo Bahia até o Grupo City

Ceni em derrota do Bahia para o América Mineiro
Play

Com interesse de europeus, Biel sai de campo com dores no tornozelo

Ceni em derrota do Bahia para o América Mineiro
Play

Hebert denuncia organizada do CAP: "Queriam encurralar a gente"

Ceni em derrota do Bahia para o América Mineiro
Play

Éverton Ribeiro usa van adaptada para rotina inusitada no Bahia; veja

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA