"Sensação de dever cumprido", afirma Bellintani sobre sua gestão | A TARDE
Atarde > Esportes > E.C.Bahia

"Sensação de dever cumprido", afirma Bellintani sobre sua gestão

Atual presidente marcou presença nas eleições do Bahia neste sábado, 2

Publicado sábado, 02 de dezembro de 2023 às 11:06 h | Autor: Lincoln Oriaj e Marcello Góis
Atual presidente do Bahia, Guilherme Bellintani acompanha as eleições do clube na Fonte Nova
Atual presidente do Bahia, Guilherme Bellintani acompanha as eleições do clube na Fonte Nova -

Guilherme Bellintani, atual presidente do Tricolor de Aço, marcou presença nas eleições do Bahia, na manhã deste sábado, 2, na Arena Fonte Nova. Com o mandato próximo do fim, ele esteve a frente do Esquadrão por seis anos. O gestor comentou sobre o legado que deixará para o clube nos próximos anos.

"São seis anos de muito trabalho. Quando eu cheguei aqui, a gente tinha quatorze mil sócios, hoje temos cinquenta mil sócios. O Bahia tinha 20 mil pessoas em média de público no Campeonato Brasileiro, e hoje tem 34 mil. Temos um plano popular, o Bahia da massa, o Bermuda e Camiseta, que trouxe de volta o torcedor que estava afastado daquela arena "gourmetizada" do começo. Hoje é uma arena mais popular e que recebe o Bahia de braços abertos. Temos hoje um centro de treinamento dos mais modernos do Brasil. Uma marca própria de uniformes que é o Esquadrão, que bate recorde de vendas no Brasil inteiro. Temos nossa loja própria", explicou Bellintani a equipe de reportagem do Portal A TARDE

De certa forma, temos uma política institucional estável. O Bahia passa seis anos com o mesmo presidente. Sempre nos momentos mais difíceis, como o rebaixamento, o presidente renuncia, ou seja, a retirado do poder. E isso mostra a estabilidade do institucional. O Bahia de hoje é um Bahia muito melhor do que o Bahia de seis anos atrás. Que concluiu com o processo de fazer uma sociedade com grupo mais importante do mundo, com a SAF, que no médio e longo prazo vai dar muita alegria para o procedor. Sabemos que tem desafios de curto prazo que precisamos superar", complementou. 

Guilherme Bellintani afirma que o clube está preparado para o futuro. Para ele, o projeto do Grupo City será executado a longo prazo e dará alegrias ao torcedor azul, vermelho e branco. Eleito por duas vezes, Bellintani admite erros cometidos em sua gestão a frente do Bahia.

"Digo que o Bahia de hoje é um Bahia preparado para o futuro, é um Bahia muito melhor do que o que eu tenho de seis anos atrás. É um Bahia perfeito? Claro que não. Em seis anos eles também erram muito. Digo sempre que o problema não é errar, o problema é que quando você olha para trás e não sabe assumir os seus erros, as dificuldades, ser capaz nos próximos desafios de se corrigir e atuar com base nos erros que você teve. Olho para trás, vejo defeitos e erros, com muita humildade. Mas sem dúvidas, uma sensação de dever cumprido", encerrou.

Os 7.857 sócios que poderão votar e definir os próximos presidente e vice da associação do Esporte Clube Bahia. Na briga estão, o atual presidente do Conselho Deliberativo do Bahia, Leonardo Martinez, ex-presidente Marcelo Santana, que esteve à frente do Bahia entre 2015 e 2017, o radialista e conselheiro Jaílson Baraúna, o atual presidente do Conselho Fiscal Marcus Verhine, além do ex-goleiro e ídolo do Bahia, Emerson Ferretti.

Neste mesmo pleito também serão eleitos 100 novos conselheiros. Sete chapas estarão na disputa: 100% Bahêa, Bahia na Veia, + Bahia, Simplesmente Bahia, Independente Tricolor, Revolução Tricolor e União Bahia.

Publicações relacionadas