Globo não irá levar Cleber Machado para a cobertura da Copa no Catar

Narrador ficou fora da lista divulgada pela emissora pela primeira vez desde 1994

Publicado sexta-feira, 05 de agosto de 2022 às 19:42 h | Atualizado em 05/08/2022, 19:50 | Autor: Da Redaçao
Cléber Machado esteve presente no time de narradores da Globo nas últimas sete Copas do Mundo
Cléber Machado esteve presente no time de narradores da Globo nas últimas sete Copas do Mundo -

O departamento de esportes da TV Globo segue passando por uma ampla reestruturação. Depois das saídas recentes dos comentaristas Casagrande e Petkovic e do anúncio da saída de Galvão Bueno após a Copa do Catar, Cléber Machado, titular das transmissões dos últimos sete mundiais, vai ficar fora do principal evento do futebol, que acontece entre novembro e dezembro.

Na lista de profissionais divulgada pela Globo para a cobertura da Copa, dentre os 80 nomes presentes, destaque para Galvão e Luis Roberto nas transmissões de TV aberta. Júnior, Caio Ribeiro, Roger Flores e a estreante em mundiais masculinos, Ana Thaís Matos, serão responsáveis pelos comentários.

A ausência de Cleber já era especulada nos bastidores, desde que a Globo não incluiu o narrador na peça publicitária apresentada ao mercado para captação de patrocínios da Copa. Além da TV aberta, o canal esportivo por assinatura do grupo Globo, SporTV, terá Luiz Carlos Jr e Milton Leite transmitindo direto do Catar. Everaldo Marques e Gustavo Villani complementam as transmissões do Brasil. Villani para TV aberta, enquanto Marques fará partidas apenas na TV paga.

Graffite e o jornalista Paulo Vinícius Coelho também estreiam nas transmissões de canal fechado. As repórteres Gabriela Ribeiro e Débora Gares também vão cobrir a Seleção Brasileira pela primeira vez durante uma copa fora do Brasil.

Pedro Bassan reforça a equipe de reportagem no Catar, enquanto Lucas Gutierrez vai comandar a Central da Copa e o Esporte Espetacular direto do país-sede do torneio. Bárbara Coelho fica no Brasil e faz também o Troca de Passes junto com Felipe Diniz e Carlos Eduardo Mansur no SporTV.

Ninguém do Jornalismo local da Globo irá ao Catar, apenas o núcleo esportivo, devido à alta do dólar e à  pandemia. A emissora vai fazer 56 jogos dos 64 disputados ao vivo, além de mostrar compactos nas madrugadas e produzir o Central da Copa, que será diário.

Publicações relacionadas