Guilherme Queiroz e Alisson Cassiano são apresentados na Toca

Ambos acumulam experiências em acessos nas temporadas anteriores

Publicado sexta-feira, 07 de janeiro de 2022 às 19:51 h | Atualizado em 07/01/2022, 19:53 | Autor: Alex Torres

Dois dos primeiros reforços anunciados pelo Vitória para 2022 foram apresentados na tarde desta sexta-feira, 7, na sala de imprensa do CT Manoel Pontes Tanajura. O zagueiro Alisson Cassiano e o atacante Guilherme Queiroz chegam dentro do planejamento de atletas com experiência na Série C. 

Na última temporada, o defensor de 27 anos foi titular absoluto na campanha de acesso do ABC para a Terceira Divisão. Antes disso, ele chegou a disputar a Série C pelo Treze-PB, em 2020, e Joinville, em 2018. Em 2019, Alisson ainda compôs a equipe do São Bento que disputou a Segundona.  

Agora no Vitória, o zagueiro que seguir com a pegada de bons jogos para ajudar a equipe na busca pelo retorno à Série B. Ele destacou a importância do jogo coletivo e disse que, se cada um fizer sua parte, o Leão entra firme na briga pelo acesso. 

"Foi uma experiência muito boa na última temporada, consegui desempenhar bons jogos. Todo atleta precisa disso para conseguir desenvolver o seu melhor. E, na última temporada, consegui ter ritmo de jogo. Expectativa é dar sequência com bons resultados, boas campanhas. O futebol é coletivo e precisa da individualidade de cada um. Se todo atleta desenvolver o seu melhor, tenho convicção de que a gente vai alcançar os objetivos. Não pensando só em Série B, mas voltar para Série A", afirmou.

Quem também é experiente no assunto 'acesso' é o atacante Guilherme Queiroz. Ex-atleta do Grêmio Novorizontino conseguiu duas subidas em sequência: da Série D à Série C, em 2020; e da Série C à Série B, na temporada seguinte. 

"Estou muito feliz em vestir a camisa do Vitória. Todo mundo está realizando um sonho. Todo mundo que vem é com esse objetivo. Ano passado, tive acesso da Série D para a Série C e depois da Série C para Série B. Venho focado para conquistar esse maior objetivo", garantiu Queiroz. 

Pré-temporada

O Vitória se reapresentou nesta semana e deu início na pré-temporada, visando a estreia no Campeonato Baiano, dia 16 de janeiro. As atividades têm sido realizadas em dois turnos, uma vez que o próprio treinador Dado Cavalcanti declarou que considera o tempo curto para a preparação do elenco. 

Questionados sobre como tem sido a dura rotina de treinos, tanto Alisson Cassiano quanto Guilherme Queiroz pontuaram a intensidade que tem sido cobrada nos trabalhos. No entanto, ambos acreditam que o ritmo ideal vai ser alcançado aos poucos.  

"A gente vem de uma semana forte, trabalhando forte. Acho que com o tempo vamos ganhando mais ritmo. Com certeza, para o começo do campeonato vamos estar bem preparados. Tem tudo para a gente ter um grande campeonato. Foco agora é no Campeonato Baiano e, no segundo semestre, focar na Série C, que é o maior objetivo do clube, disse o atacante. 

Alisson Cassiano ainda fez questão de destacar o cuidado que tem sido tomado pelo clube com relação ao desgaste físico dos atletas. Mesmo acreditando que o tempo de calendário não será o necessário, ele disse que em breve o elenco estará na melhor condição possível de jogo. 

"Eles têm tomado bastante cuidado com a gente com relação a carga. Têm sido treinos intensos. Ontem ficamos fora de uma parte do treino por conta disso. Não vai ser o ideal ainda, os dias são poucos, o calendário apertado. Mas à medida que o tempo for passando, vamos ganhando ritmo. E em pouco tempo vamos estar na melhor condição", projetou o Alisson Cassiano. 

Zagueiro moderno

Por fim, o defensor ainda deu um pouco das suas credenciais. Apesar de ser zagueiro, Alisson contou que começou no futebol atuando mais avançado, no setor de meio-campo. Por isso, ele desenvolveu características semelhantes a de um volante, com boa saída de bola e ajuda na construção de jogadas. 

"Acabei virando zagueiro mais tarde, jogava no meio-campo. Hoje, zagueiro mesmo, acaba que ainda tenho algumas características, valências de posições. Gosto de construção, poder chegar na frente. É algo que eu tenho prazer de fazer. Quando é permitido fazer, tenho prazer", encerrou. 

Publicações relacionadas