Mundial de Clubes: Fluminense vence Al Ahly e se classifica a final | A TARDE
Atarde > Esportes > E.C.Vitória

Mundial de Clubes: Fluminense vence Al Ahly e se classifica a final

John Arias e John Kennedy marcaram os gols Tricolores na Arábia Saudita

Publicado segunda-feira, 18 de dezembro de 2023 às 18:01 h | Autor: Marcello Góis
John Arias foi um dos destaques da semifinal do Mundial de Clubes
John Arias foi um dos destaques da semifinal do Mundial de Clubes -

O Fluminense estreou com vitória no Mundial de Clubes da Fifa e se classificou a grande final. Na tarde desta segunda-feira, 18, no estádio Joia do Rei, em Jedá, na Arábia Saudita, o Tricolor carioca derrotou o Al Ahly, do Egito, por 2 a 0, em jogo válido pela semifinal. No segundo tempo, John Arias e John Kennedy decidiram para o Flu. Agora, o time pó de arroz espera o adversário da decisão no jogo entre Urawa Red Diamonds-JAP e Manchester City-ING, no mesmo local, às 15h, nesta terça-feira, 19. 

O jogo

Com transições ofensivas rápidas, o Al Ahly criou mais oportunidades e levou perigo ao time carioca na primeira etapa. Foram 13 oportunidades criadas pelos Egípcios e apenas uma foi em direção ao gol, onde Fábio fez uma importante defesa, após cabeçada na pequena área de Kahraba. Já Keno e Arias foram os principais responsáveis pelas jogadas de ataque do Tricolor. O colombiano criou as melhores chances e finalizou duas bolas na trave adversária.  

No segundo tempo, o Fluminense voltou decisivo e pressionou o adversário em busca do gol. Apesar disso, o time egípcio criou oportunidades com El Shahat e Kahraba, em dois bons contra-ataques. Contudo, Ganso e Marcelo apareceram para abrir o caminho Tricolor para a vitória. O camisa 10 inverteu o jogo para Marcelo, que dominou, deu uma caneta em Percy Tau, que cometeu pênalti. Com uma paradinha, Arias bateu de pé direito sem chances para o goleiro adversário. O Al Ahly quase empatou, mas Fábio fez importante defesa.

A equipe ganhou novo fôlego com as cinco alterações processadas por Diniz. O treinador brilhou ao colocar John Kennedy, que mais uma vez foi decisivo. O camisa 9 recebeu de Martinelli, trouxe para a perna esquerda no cantinho e finalizou para balançar as redes. 

O técnico Fernando Diniz escalou o Fluminense com Fábio; Samuel Xavier (Guga), Nino, Felipe Melo (Marlon) e Marcelo (Diogo Barbosa); André, Martinelli e Ganso (Lima); John Arias, Keno (John Kennedy) e Cano.

Publicações relacionadas