Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > esportes > E.C.VITÓRIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
02/05/2024 às 21:09 - há XX semanas | Autor: Lincoln Oriaj

TERCEIRA FASE

Vitória estreia na Copa do Brasil com derrota para o Botafogo

Rubro-Negro fica em desvantagem para o jogo de volta, no Barradão

Imagem ilustrativa da imagem Vitória estreia na Copa do Brasil com derrota para o Botafogo
-

O Vitória estreou na Copa do Brasil na noite desta quinta-feira, 2, diante do Botafogo. O jogo de ida da terceira fase foi realizado no Engenhão e terminou com derrota do Rubro-Negro. Eduardo, na etapa final, marcou o único gol do jogo.

O resultado deixa o Vitória em desvantagem para o jogo de volta, marcado para o dia 21 de maio, no Barradão. Para se classificar, o Leão precisa vencer o Botafogo por, pelo menos, dois gols de diferença. Em caso de vitória por apenas um gol, a vaga nas oitavas de final será decidida por meio de disputa de pênaltis.

No fim de semana, o Vitória muda o foco para o Campeonato Brasileiro, onde ainda não venceu. O Rubro-Negro recebe o São Paulo no Barradão, às 16h de domingo, 5, pela 5ª rodada.

O jogo

Com novo esquema tático e mudanças no time titular, o Vitória demorou a entrar na partida e foi sufocado pela forte marcação pressão do Botafogo nos minutos iniciais. Quando colocou a bola no chão, teve paciência e superou a primeira linha do Alvinegro, o Rubro-Negro levou perigo.

A primeira oportunidade foi com Alerrandro, aos 9, que recebeu cruzamento rasteiro de Matheusinho e tentou a finalização de pé esquerdo, mas pegou na bola e não levou perigo ao gol defendido por John.

Aos 26, o Vitória teve a melhor chance para abrir o placar. Aos 26, após cobrança de escanteio de Matheusinho, a bola sobrou para Camutanga que, no susto, dominou errado e não conseguiu a finalização. Patrick de Paula chegou primeiro e mandou para escanteio.

No fim, aos 44, Willeam Lepo fez jogada individual na ponta direita e cruza para a área, onde PK ajeitou e deixou para Alerrandro chegar batendo, mas na primeira a bola explodiu na marcação, na sobra Patrick de Paulo fez o desarme. Sem gols, as duas equipes foram para o vestiário com placar empatado.

Segundo tempo

A etapa final começou diferente, mais agitada. O Vitória, levemente melhor, teve duas boas chances para abrir o placar, mas desperdiçou. Primeiro com Dudu, aos 7, que após contra-ataque puxado por Matheusinho, ficou completamente sozinho dentro da grande área, mas no momento em que recebeu o passe, escorregou e caiu, sem conseguir alcançar a bola. No lance seguinte, Matheusinho recebeu passe de Dudu, partiu para cima da marcação e finalizou com o pé esquerdo, para fora.

O Botafogo, antes disso, chegou com perigo uma vez, com o lateral Cuiabano. Aos 6, ele viu Lucas Arcanjo adiantado e, do lado esquerdo do campo, finalizou direto, mas o goleiro do Vitória conseguiu fazer a defesa e jogar para escanteio.

A partir daí, o Botafogo assumiu o comando do jogo. Entraram Romero, Júnior Santos e Danilo Barbosa e o time se transformou. Então aos 19, após rápida troca de passes que envolveu o sistema defensivo do Vitória, Jefinho deixou Eduardo na cara do gol, que finalizou no canto esquerdo de Lucas Arcanjo, que nada pôde fazer.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Publicações Relacionadas

A tarde play
Play

VÍDEO: vítima de ação da TUI revela detalhes de ataque a jogadores

Play

"Não foi com a sola": Veja a análise do VAR em Corinthians x Vitória

Play

Vitória recebe Athletico buscando sacramentar boa fase

Play

Paulo Carneiro admite que fraudou exame antidoping; veja vídeo

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA