Vitória vence o Treze-PB, mas rodada não ajuda e time está eliminado | A TARDE
Atarde > Esportes > E.C.Vitória

Vitória vence o Treze-PB, mas rodada não ajuda e time está eliminado

Adversários do Grupo A venceram seus jogos e Rubro-Negro terminou fora do G-4

Publicado quarta-feira, 27 de março de 2024 às 23:34 h | Atualizado em 28/03/2024, 01:17 | Autor: Lincoln Oriaj

Com time praticamente inteiro reserva, o Vitória recebeu o Treze-PB no Barradão, na noite desta quarta-feira, 27. Com gols de Luiz Adriano, Léo Gamalho e Lucas Esteves, o Rubro-Negro venceu por 3 a 0, mas não conseguiu a classificação para as quartas de final da Copa do Nordeste.

Para se classificar, o Vitória precisava que CRB, Ceará ou Botafogo-PB não vencessem seus jogos, o que não aconteceu. Nesse caso, o Rubro-Negro terminou na 5ª colocação do Grupo A, com 14 pontos em oito jogos.

Agora o Vitória retoma as atenções para o Campeonato Baiano e vai decidir o título diante do rival, Bahia. O primeiro jogo da final está marcado para as 16h deste domingo, 31, no Barradão.

O jogo

Mesmo valendo a classificação, o técnico Léo Condé optou por poupar o time titular e escalou os reservas para encarar o Treze-PB. A única exceção foi no gol, onde Lucas Arcanjo foi mantido. Logo de início, a escolha se mostrou acertada e o Vitória dominou as ações do primeiro tempo.

A primeira chance foi aos 11, quando Luiz Adriano aproveitou vacilo da zaga adversária e rolou para Zé Hugo, sem goleiro, finalizar para fora. Inacreditável. A resposta do Treze-PB veio logo na sequência, aos 13, quando Lucas Mineiro recebeu passe na direita, ganhou de Lucas Esteves no corpo e finalizou no canto direito de Lucas Arcanjo, mas a bola bateu na trave e voltou nas mãos do goleiro do Vitória.

A reação, no entanto, parou por aí, e a partir desse momento, o Rubro-Negro criou boas oportunidades de gol. Aos 20, Eryc Castillo fez jogada individual pelo lado esquerdo e quase marcou um golaço, mas finalizou em cima do defensor. Dez minutos depois, Luiz Adriano recebeu bom passe de Lucas Esteves, dominou e rolou para Luan, que finalizou de primeira, em cima do goleiro Andrade, que espalmou.

O camisa 7, que fazia sua primeira partida como titular no Vitória, foi o responsável por colocar a bola na cabeça de Luiz Adriano aos 39, em cobrança de falta. O centroavante subiu mais que todo mundo e cabeceou bonito, para o chão, abrindo o placar no Barradão. No fim do primeiro tempo, já nos acréscimos, Luiz Adriano recebeu mais um bom cruzamento, dessa vez de Cáceres, mas a cabeçada foi defendida pelo goleiro Andrade.

Luan, autor da assistência, abraça Luiz Adriano, autor do gol
Luan, autor da assistência, abraça Luiz Adriano, autor do gol |  Foto: Uendel Galter | Ag. A TARDE

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Léo Condé colocou Dudu, na vaga de Léo Naldi, para que o volante ganhe ritmo de jogo após voltar de lesão. No primeiro lance da etapa final, ele tabelou bonito com Lucas Esteves, que levou para o pé direito e finalizou no centro do gol, facilitando a defesa de Andrade.

Aos 10, Eryc Castillo recebeu bom passe e saiu na cara do gol, mas Andrade novamente fez a defesa. O auxiliar levantou a bandeira e deu impedimento no lance, mas a posição do equatoriano era legal. Aos 25, Luiz Adriano fez bem o pivô e rolou para Zé Hugo na direita, que finalizou de pé direito e Andrade, novamente fez boa defesa, antes da bola bater na trave.

Aos 38, Zé Hugo recebeu lançamento de Cáceres e foi derrubado dentro da área, pênalti para o Vitória. Rubens, que já tinha cartão amarelo, recebeu o segundo e foi expulso. Aos 40, Léo Gamalho cobrou a penalidade com muita categoria e ampliou o placar. Quatro minutos depois, com uma belíssima assistência de Jean Mota, Lucas Esteves fez o terceiro e fechou o caixão.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS