Euro 2024 pode ser 'última dança' de Cristiano Ronaldo por Portugal | A TARDE
Atarde > Esportes

Euro 2024 pode ser 'última dança' de Cristiano Ronaldo por Portugal

Sua primeira Eurocopa, que Portugal jogou em casa, em 2004

Publicado segunda-feira, 10 de junho de 2024 às 16:58 h | Autor: AFP
O astro de 39 anos havia perdido o status de titular na Copa do Mundo de 2022
O astro de 39 anos havia perdido o status de titular na Copa do Mundo de 2022 -

A Eurocopa 2024, que começa na próxima sexta-feira (14), na Alemanha, poderá ser a "última dança" de Cristiano Ronaldo com a seleção de Portugal, que chega para o torneio como uma das candidatas ao título.

O astro de 39 anos havia perdido o status de titular na Copa do Mundo de 2022 e, em janeiro de 2023, se transferiu para o Al-Nassr da Arábia Saudita, o que poderia significar o fim de sua carreira no futebol de elite.

Mas a chegada do técnico espanhol Roberto Martínez deu um novo ânimo a CR7 com a seleção.

Sua primeira Eurocopa, que Portugal jogou em casa, em 2004, terminou em lágrimas para os anfitriões com a derrota na final para a Grécia (1 a 0).

Cristiano, vencedor de cinco Bolas de Ouro, também foi às lágrimas quando foi substituído por lesão na final da Euro 2016, mas o jogo contra a França em Paris teve final feliz para Portugal, e o choro de tristeza do camisa 7 passou a ser de alegria com o primeiro grande título da seleção de seu país.

Perto de completar 40 anos, CR7 continua em boa forma, fechando a temporada com a invejável marca de 44 gols marcados em 45 jogos entre todas as competições.

- Mais e mais recordes -

O atacante voltou a assumir o papel de goleador da seleção de Portugal, que fez uma campanha perfeita nas Eliminatórias da Euro, com dez vitórias em dez jogos, 36 gols marcados (dez deles obra de CR7) e apenas dois sofridos.

E para Cristiano, maior artilheiro da história da Eurocopa com 14 gols, a lista de recordes não para de crescer.

Além de ser o jogador com mais jogos (206) e gols (128) por uma seleção, o craque irá para sua sexta participação na Euro. Até agora, ele dividia o recorde com o goleiro espanhol Iker Casillas.

Mas se Portugal é aos olhos de alguns um dos favoritos ao título no torneio continental, não é somente por causa de Cristiano Ronaldo.

No ataque, o time conta com um arsenal de talentos que atuam em grandes clubes europeus, como João Félix (Barcelona), Rafael Leão (Milan), Diogo Jota (Liverpool) e Gonçalo Ramos (Paris Saint-Germain).

Quanto a Cristiano Ronaldo estar disposto a ceder sua vaga de titular, como no Mundial do Catar, Roberto Martínez se mostrou prudente: "Temos 23 jogadores de linha e criamos uma competitividade. Depois, o jogo decide", disse o treinador em entrevista coletiva na última sexta-feira.

- Rendimento "muito consistente" -

"Cristiano está preparado para ajudar a equipe e dar tudo. Não existe nenhum outro jogador do futebol mundial que possa trazer para o vestiário o que Cristiano traz", acrescentou Martínez, ressaltando a "experiência" e o rendimento "muito consistente" do camisa 7.

Para aproveitar uma semana de férias, Cristiano Ronaldo só chegou à concentração da seleção portuguesa na última sexta-feira e deve entrar em campo apenas no último dos três amistosos preparatórios da equipe, na terça-feira, contra a Irlanda, em Aveiro.

Sem seu capitão, Portugal passou pelo primeiro teste com vitória sobre a Finlândia (4 a 2), mas perdeu no sábado para a Croácia de Luka Modric (2 a 1).

O time estreia na Eurocopa no dia 18 de junho contra a República Tcheca, antes de enfrentar Turquia e Geórgia no Grupo F.

A última vez que enfrentou os tchecos na Euro, nas quartas de final em 2012, Cristiano Ronaldo marcou o gol da vitória portuguesa de cabeça (1 a 0).

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS