Ex-piloto de F1, Tarso Marques tem 85% do pulmão comprometido pela Covid-19

Publicado sexta-feira, 19 de março de 2021 às 18:55 h | Atualizado em 19/03/2021, 19:14 | Autor: Da Redação

Internado pela Covid-19, o ex-piloto da Fórmula 1, Stock Car e Fórmula Indy, Tarso Marques, de 45 anos, está com 85% do seu pulmão comprometido pelo coronavírus. A informação foi divulgada pelo próprio automobilista em entrevista à revista Caras.

De acordo com Marques, nem mesmo seu histórico de atleta e sua vida saudável o ajudaram a combater a doença. “Acreditei que era brincadeira. Sempre fui muito saudável, tinha uma boa alimentação, fazia atividade física… Pensei que comigo não aconteceria nada. Eu me preocupava mesmo era com os meus pais”, contou.

Segundo o ex-piloto, após um exame mostrar que o seu pulmão estava limpo, outro diagnóstico apontou que 85% do órgão estava comprometido.

”Os três, quatro primeiros dias no hospital foi aquele terror. Você está ali praticamente morto. Vai te destruindo inteiro, é tanto remédio – a cada três horas, vinha uma bandeja com injeção, corticoide. Fiquei nove dias sem dormir, usava oxigênio no limite. E acontecia uma coisa atrás da outra – estômago dói, vem uma alergia do nada nas pernas, ainda estou cheio de manchas, fiquei soluçando por dois dias inteiros, tive uma dor de cabeça infernal”, declara.

Ainda conforme Tarso, em um dia de muitas dores, ele chegou a escrever o seu testamento. “O vírus vai atacando cada hora em um lugar. Parece que ele não desiste. E nesta noite achei que ia morrer, cheguei a fazer testamento. Fiquei assim mais dois dias. Quando comecei a melhor, à noite tinha medo de que aquela melhora era um alarme falso”, completou.

Publicações relacionadas