Fifa diz que “extrema-direita” se apropriou de camisa do Brasil | A TARDE
Atarde > Esportes

Fifa diz que “extrema-direita” se apropriou de camisa do Brasil

Mensagem está relacionada com uma camiseta branca com detalhes azul e outra verde e amarela

Publicado segunda-feira, 29 de janeiro de 2024 às 18:43 h | Atualizado em 29/01/2024, 18:47 | Autor: Da Redação
Camisas da seleção brasileira de futebol expostas no Museu da Fifa
Camisas da seleção brasileira de futebol expostas no Museu da Fifa -

Uma mostra do Museu da Fifa, em Zurique, na Suíça, diz que as camisas da Seleção Brasileira passaram a ser conectadas com elementos políticos da "extrema-direita" e por defensores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A exposição é temporária e o texto colocado na descrição de dois uniformes da Canarinho foi aprovado pela entidade do futebol.

A mensagem está relacionada com uma camiseta branca com detalhes azul, lançada em 2019, e outra verde e amarela, que foi divulgada em 1950.

Veja o texto:

"Novas gerações e contextos trazem novos significados a cores. Na Copa América de 2019, a icônica camiseta amarelo canarinho do Brasil foi substituída pela edição comemorativa do histórico conjunto branco e azul, enquanto levavam o título para casa. Em anos recentes, o distintivo conjunto brasileiro amarelo e verde se confundiu com a política ao passo que a camisa foi apropriada por apoiadores do ex-presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro".

Publicações relacionadas