Galvão Bueno revela que não deve narrar a Copa de 2022

Publicado terça-feira, 03 de março de 2020 às 21:50 h | Atualizado em 03/03/2020, 22:21 | Autor: Da Redação

Conhecido pela narração icônica em momentos decisivos do futebol brasileiro, Galvão Bueno revelou que não deve narrar a Copa do Mundo de 2022. A afirmação foi feita nesta segunda-feira, 3, durante a gravação do programa Altas Horas, que vai ao ar no próximo sábado, 7, na Rede Globo.

Foi o ex-jogador Roberto Rivelino quem provocou o questionamento por  meio de um vídeo exibido para o narrador. "Em 2022, vai narrar Brasil campeão da Copa?", perguntou Rivelino.

"Narrar 22 não vai dar, não. O projeto é estar lá. São 12 Copas, está bom. Não gosto muito de 13, não. Mas vou estar lá", respondeu Galvão. 

A dúvida em torno da presença de Galvão na Copa do Qatar começou ainda no Mundial da Rússia, em 2018, quando o narrador afirmou que, provavelmente, a Copa tenha sido a sua última.

Em um vídeo veiculado no canal do filho Luca, no YouTube, Galvão, que começou a narração de copas em 1974, havia deixado dúvida se sua participação no Qatar seria como narrador ou apresentador.

Recentemente, ele precisou lidar com diversos problemas de saúde. O mais recente foi um infarto no fim do ano passado, que o tirou da final da Libertadores entre Flamengo e River Plate. Em outubro, uma gripe impediu a narração do duelo entre Grêmio e Flamengo, também pela Libertadores. 

Publicações relacionadas