Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > ESPORTES
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
12/05/2024 às 20:28 • Atualizada em 12/05/2024 às 21:08 - há XX semanas | Autor: Agência Brasil

É O BRASIL

Ginástica Rítmica fatura 1º ouro de 2024 em etapa da Copa do Mundo

A prata ficou com o México (30.100) e o bronze com a Espanha (29.900)

Ginástica Rítmica fatura 1º ouro de 2024 em etapa da Copa do Mundo
Ginástica Rítmica fatura 1º ouro de 2024 em etapa da Copa do Mundo -

O conjunto brasileiro de ginástica rítmica arrematou o primeiro ouro da temporada e mais uma prata - a primeira fora obtida no sábado, 11, - na etapa da Copa do Mundo, em Portimão (Portugal).

Neste domingo, 12, o time nacional (Deborah Medrado, Maria Eduarda Arakaki, Marianna Pinto, Nicole Pírcio, Sofia Madeira e Victória Borges) venceu a série mista ao somar 32,550 pontos. A prata ficou com o México (30.100) e o bronze com a Espanha (29.900).

As Leoas (apelido da equipe brasileira), com vaga assegurada nos Jogos de Paris, fizeram uma apresentação arrebatadora, ao som de ritmos brasileiros, usando fitas e bolas na coreografia.

“Fico orgulhosa de ver nosso trabalhado sendo coroado a cada competição. Estamos conseguindo evoluir a cada entrada na quadra e é isso que buscamos nesta reta final até Paris”, comemorou a treinadora Camila Ferezin.

Também neste domingo, 12, as brasileiras conquistaram a prata na série simples, ao totalizarem 34.500, ficando à frente da França (34.050), com preparação intensa para disputar a Olimpíada em casa. A Espanha (35.750) venceu a disputa e levou o ouro.

“Mostramos o nosso crescimento na quadra. Consequentemente, as notas mostraram que podem contar com o Brasil nesta briga pelo pódio olímpico”, projetou a técnica das Leoas.

Nas finais individuais, Bárbara Domingos, a Babi, brigou por medalha tanto na bola e maça, e por muito pouco não subiu ao pódio. Na bola somou 31.950 ficando a apenas 0.300 da terceira colocação, que ficou com a eslovena Ekaterina Vedeneeva (32,250). A capixaba Geovanna Santos também competiu na final da bola, mas terminou em sétimo lugar (29.100). O ouro na bola ficou com a bielorussa Alina Harnasko (33.550) e a prata com a cazaque Erika Zhailauova (32.400).

Na final das maças, 0.250 separam Babi, na quarta posição com somou 32.000, de Ekaterina Vedeneeva (32,250), medalha de bronze. A alemã Darja Varfolomeev (34.100) foi campeã e a bielorrussa Harnasko (33.650) foi prata.

No sábado, 11, as Leoas já haviam sido prata Na prova geral - a mesma que será disputada nos Jogos de Paris.

Assuntos relacionados

brasil copa do mundo esportes Ginástica Rítmica medalhas

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

brasil copa do mundo esportes Ginástica Rítmica medalhas

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

brasil copa do mundo esportes Ginástica Rítmica medalhas

Publicações Relacionadas

A tarde play
Ginástica Rítmica fatura 1º ouro de 2024 em etapa da Copa do Mundo
Play

"Aonde queremos chegar?", questiona Ceni após 9º triunfo na Série A

Ginástica Rítmica fatura 1º ouro de 2024 em etapa da Copa do Mundo
Play

Vídeo: Goleiro atingido por PM dentro de campo revela estar "abalado"

Ginástica Rítmica fatura 1º ouro de 2024 em etapa da Copa do Mundo
Play

Dentro de campo, goleiro leva tiro disparado por policial; assista

Ginástica Rítmica fatura 1º ouro de 2024 em etapa da Copa do Mundo
Play

VÍDEO: Darwin Núnez troca socos com torcedores na arquibancada

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA