Halterofilista Nijat Rahimov perde ouro na Rio-2016 por doping

Atleta de 28 anos foi acusado de substituir quatro amostras de urina desde 15 de março de 2016

Publicado terça-feira, 22 de março de 2022 às 19:14 h | Atualizado em 22/03/2022, 19:14 | Autor: AFP
Além de perder a medalha, atleta do cazaquistão ficará suspenso por oito anos
Além de perder a medalha, atleta do cazaquistão ficará suspenso por oito anos -

O halterofilista cazaque Nijat Rahimov, campeão na categoria de 77 kg do levantamento de peso nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016, foi suspenso por oito anos e perdeu a medalha de ouro por ter infringido as regras antidoping, anunciou nesta terça-feira o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

Rahimov, campeão mundial em 2015, era desde janeiro de 2021 objeto de um expediente da Agência Internacional de Testes (ITA), que recorreu à câmara antidoping do TAS no âmbito de uma investigação mais ampla sobre doping endêmico no levantamento de peso.

O atleta, de 28 anos, foi acusado de ter substituído quatro amostras de urina desde 15 de março de 2016, ou seja, desde a preparação para os Jogos do Rio.

Como se trata de uma segunda infração das regras antidoping, segundo a ITA, o TAS decidiu impor uma suspensão de oito anos a Rahimov, como previsto em caso de reincidência.

O tempo de suspensão é contado a partir de 18 de janeiro de 2021, mas seus resultados esportivos serão anulados de maneira retroativa a partir de 15 de março de 2016.

O levantamento de peso é responsável por mais de um quarto dos casos de doping na história olímpica.

Publicações relacionadas