adblock ativo

Luta entre Amanda Nunes e Julianna Peña é remarcada para dezembro

Publicado segunda-feira, 30 de agosto de 2021 às 19:10 h | Atualizado em 06/12/2021, 15:27 | Autor: Da Redação
O combate estava previsto para agosto, mas foi remarcado após a baiana contrair o coronavírus | Foto: Divulgação | UFC
O combate estava previsto para agosto, mas foi remarcado após a baiana contrair o coronavírus | Foto: Divulgação | UFC -
adblock ativo

Após ser adiada, a luta entre a baiana Amanda Nunes e a americana Julianna Peña já possui nova data para acontecer. A Leoa irá defender o cinturão peso-galo (até 61 kg) no próximo dia 11 de dezembro, pelo UFC 269, ainda sem local definido. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 30, pela própria organização.

Inicialmente, o confronto entre as atletas estava programado para acontecer no dia 7 agosto, no co-evento principal do UFC 265, em Houston, no estado do Texas, que contou com a disputa do cinturão interino dos pesos-pesados, entre o francês Cyril Gane e o americano Derrick Lewis. No entanto, com pouco mais de uma semana para a luta, a brasileira testou positivo para o coronavírus e o combate precisou ser adiado.

Primeiro cinturão conquistado pela baiana, o título do peso-galo não é posto à prova desde 14 de dezembro de 2019, quando Amanda Nunes venceu por decisão unânime a holandesa Germaine de Randamie. Desde então, foram duas lutas e duas vitórias, ambas defendendo o cinturão peso-pena (até 66 kg), contra Felicia Spencer e Megan Anderson.

Aos 33 anos, Amanda Nunes já pode ser considerada, com uma certa folga, a maior lutadora de MMA feminino da história. Única a conquistar dois cinturões e defendê-los simultaneamente, a Leoa não sabe o que é perder desde setembro de 2014.

De lá para cá, a lutadora natural de Pojuca simplesmente 'varreu' as duas divisões em que compete na organização. Foram 14 lutas e 14 vitórias, em cima de nomes como Ronda Rousey, Holly Holm, Miesha Tate, Valentina Shevchenko e Cris Cyborg.

O cartel da baiana possui um total de 25 lutas, sendo 21 vitórias conquistadas e apenas 4 derrotas.

Próxima adversária de Nunes, Julianna Peña possui menos rodagem no MMA. Com 32 anos, a americana lutou 14 vezes e venceu 10, tendo perdido também em quatro oportunidades. Antes de enfrentar a campeã, Peña finalizou a compatriota Sara McMann, em janeiro deste ano, pelo UFC 257, em Abu Dhabi.

adblock ativo

Publicações relacionadas