Meeting Paralímpico mostra o talento e competitividade da Bahia | A TARDE
Atarde > Esportes

Meeting Paralímpico mostra o talento e competitividade da Bahia

Salvador é a primeira cidade do Nordeste a receber o Comitê Paralímpico Brasileiro

Publicado sábado, 16 de março de 2024 às 18:52 h | Atualizado em 17/03/2024, 08:05 | Autor: Da Redação
Paratletas do arco e flecha
Paratletas do arco e flecha -

O forte sol e o calor registrados em Salvador na manhã deste sábado, 16, não intimidaram os cerca de 200 atletas do paradesporto baiano que entraram nas pistas de atletismo, na piscina e em provas do tiro com arco e bocha para participar da primeira edição do Meeting Paralímpico Brasileiro Loterias Caixa 2024. As competições aconteceram na Vila Militar, no bairro dos Dendezeiros, Cidade Baixa, e na Piscina Olímpica da Bahia, na Av. Bonocô.

Realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, o evento vem ocorrendo em todo o país, com a Bahia sendo o primeiro estado do Nordeste a receber a competição. Com este projeto, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) vem promovendo seletivas estaduais, classificando atletas para todas as competições oficiais realizados pela principal  instituição do paradesporto  no país.

Presente ao evento em Salvador, o diretor jurídico do CPB, Paulo Losinskas, falou sobre o resultado da etapa baiana. “Temos uma avaliação positiva dessa primeira edição do Meeting Paralímpico Loterias Caixa  realizada na Bahia,  em Salvador, presenciando muitos atletas do interior fazendo suas estreias em competições. Levar o Meeting mais próximo possível dos atletas é o nosso objetivo, para que todos tenham essa vivência e essa oportunidade de iniciar  uma prática competitiva do paradesporto”, afirmou Losinskas.

Para o dirigente nacional, os objetivos traçados pelo CPB nesta edição foram cumpridos. “A expectativa é de que possamos retornar mais vezes, vendo crescer o interesse de toda a comunidade, do estado, clubes, para que surjam mais pessoas com deficiência praticando as diversas modalidades que o Comitê Paralímpico Brasileiro oferece por meio dos seus Centros de Referência, como no caso da Bahia”, disse.

Para a realização do Meeting baiano, o CPB teve o apoio do Centro de Referência Paralímpico local, com instalações em funcionamento desde 2022 na unidade Unijorge, na Paralela, e do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, com parceria da Federação Baiana do Paradesporto de Participação (FBDP). 

Presente ao ato de abertura, o diretor-geral da Sudesb, Vicente Neto, destacou a importância de a Bahia sediar o evento. “O Governo do Estado tem um núcleo que trata do paradesporto em funcionamento dentro da Sudesb, sendo esta a primeira vez que trazemos para a Bahia, em articulação com o CPB, o Meeting Paralímpico com quatro modalidades. Isso ajuda as pessoas a se conhecerem, a elevar o nível técnico dos atletas. Momento de muita importância para a vida dos atletas paralímpicos baianos que têm sonhos e perspectivas, e que encontram em atividades como essa uma motivação saudável para o seu caminhar. É uma oportunidade dos nossos atletas mostrarem seus múltiplos talentos”, observou Vicente.

Além de Salvador, a etapa Meeting Paralímpico Bahia esteve representada por atletas dos municípios de Jequié, que veio com uma delegação de 60 pessoas, Porto Seguro, Ituberá, Valença, Taperoá, Ituberá, Vera Cruz, Dias D’Ávila e Alagoinhas.

Publicações relacionadas