Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > ESPORTES
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
28/11/2023 às 14:07 - há XX semanas | Autor: Da Redação

MP-GO inicia nova operação sobre manipulação de resultados

Jogo da Série A de 2022 é alvo da fase três das investigações

Ministério Público de Goiás inicia a nova fase da Operação Penalidade Máxima
Ministério Público de Goiás inicia a nova fase da Operação Penalidade Máxima -

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) deu início nesta terça-feira, 28, a nova fase da Operação Penalidade Máxima III, com foco na manipulação de resultados em jogos de futebol no Brasil. O MP-GO cumpriu mandados de busca e apreensão em oito cidades de cinco estados e a investigação de sete partidas. Uma delas envolve o Flamengo no Brasileirão do ano passado.

A Operação Penalidade Máxima III foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI), da Polícia Militar de Goiás, do Cyber Gaeco do Ministério Público de São Paulo e dos Gaecos dos Estados do Mato Grosso do Sul, Paraíba e Rio de Janeiro.

As ações são um desdobramento das Operações Penalidade Máxima I e II e já cumpriu 10 mandados de busca e apreensão em Goiânia (GO), Bataguassu (MS), Campina Grande (PB), Nilópolis (RJ), Santana do Parnaíba (SP), São Paulo (SP), Volta Redonda (RJ) e Votuporanga (SP).

Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Estadual dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e Lavagem ou Ocultação de Bens Direitos e Valores. A investigação apura ilegalidades que podem “configurar organização criminosa para fraudar resultados de partidas de futebol (crimes previstos na Lei nº 12.850/13 e nos artigos 198 e 199 da Lei Geral do Esporte)”, de acordo com o MP-GO.

O MP investiga um grupo criminoso que aliciava jogadores para participar de esquema de manipulação de resultados em partidas do Campeonato Brasileiro de 2022 e de Campeonatos Estaduais deste ano. Os jogadores receberiam pagamentos para levarem cartões amarelos ou vermelhos, cometerem pênaltis ou que contribuíam diretamente para a mudança de resultado de uma partida, com benefício direto para apostadores que faziam parte do esquema criminoso.

Sete jogos estão sob investigação na terceira etapa da operação. Um deles é Avaí x Flamengo, válida pelo Brasileirão de 2022. Dois jogos da Série B do Campeonato 2022: Náutico x Sampaio Corrêa e Náutico x Criciúma. O restante são de Campeonatos Estaduais de 2023: Goiânia x Aparecidense, Goiás x Goiânia (Campeonato Goiano) e Nacional x Auto Esporte e Sousa x Auto Esporte (Campeonato Paraibano).

Assuntos relacionados

investigações manipulação de resultados Ministério Público MP-GO Operação Penalidade Máxima

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

investigações manipulação de resultados Ministério Público MP-GO Operação Penalidade Máxima

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

investigações manipulação de resultados Ministério Público MP-GO Operação Penalidade Máxima

Publicações Relacionadas

A tarde play
Ministério Público de Goiás inicia a nova fase da Operação Penalidade Máxima
Play

Senadores acusam CBF de manipular uso do VAR: "Escandaloso"

Ministério Público de Goiás inicia a nova fase da Operação Penalidade Máxima
Play

Mãe de Rafaelle fica "sem palavras" com realização de sonho da filha

Ministério Público de Goiás inicia a nova fase da Operação Penalidade Máxima
Play

Torcedores são flagrados brigando no Barradão durante jogo do Vitória

Ministério Público de Goiás inicia a nova fase da Operação Penalidade Máxima
Play

Torcedores do Fortaleza comemoram eliminação do Bahia; veja vídeo

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA