"Não sei se poderei jogar", diz Djokovic após avançar em Roland Garros | A TARDE
Atarde > Esportes

"Não sei se poderei jogar", diz Djokovic após avançar em Roland Garros

Atleta sérvio sentiu dores no joelho na última partida

Publicado segunda-feira, 03 de junho de 2024 às 21:02 h | Autor: AFP
Novak Djokovic é dúvida para a sequência de Roland Garros
Novak Djokovic é dúvida para a sequência de Roland Garros -

O tenista sérvio Novak Djokovic disse nesta segunda-feira (3) que não tem certeza se poderá disputar as quartas de final de Roland Garros daqui a dois dias, devido a uma lesão no joelho sofrida durante a vitória sobre o argentino Francisco Cerúndolo.

"Nestas últimas semanas, tive uma pequena dor no joelho direito, nada a ver com uma lesão preocupante. Joguei torneios assim e não aconteceu nada até hoje. Mas no terceiro game do segundo set escorreguei e isso afetou o meu joelho", declarou em entrevista coletiva após a partida contra Cerúndolo.

"Não sei o que vai acontecer amanhã ou depois de amanhã, se conseguirei entrar em quadra e jogar", declarou o sérvio, que explicou que sua lesão está ligada à falta de saibro na quadra e acrescentou que conseguiu terminar o jogo graças a anti-inflamatórios.

"Comecei a sentir dor e pedi ao fisioterapeuta que fizesse algo. Isso me desestabilizou completamente durante dois sets ou dois sets e meio. Não queria entrar em trocas longas de bola. Toda vez que ele [Cerúndolo] fazia uma deixada ou uma mudança brusca de direção, sentia dor. Recebi tratamento e, depois do final do terceiro set, pedi ainda mais", explicou Djokovic.

"Joguei o quinto set inteiro quase sem sentir dor. Mas o efeito dos remédios vai passar. Acho que vamos fazer mais exames amanhã também. Fizemos hoje com o médico depois do jogo. Algumas notícias positivas, mas também algumas preocupantes. Amanhã vamos ver", continuou.

O sérvio criticou as condições da quadra Philippe Chatrier, o que para ele foi a causa de sua lesão.

"Parecia que tinha retirado o saibro e em certas áreas quase não havia. Como as condições eram muito mais secas hoje, a quadra estava escorregadia", justificou.

"Hoje me lesionei. Sim, sobrevivi, ganhei o jogo. Ótimo. Mas vou poder jogar o próximo? Não sei. Não sei a gravidade da minha lesão", acrescentou.

Djokovic, que precisa chegar à final de Roland Garros para manter o posto de número 1 do mundo, ameaçado pelo italiano Jannik Sinner, terá como adversário nas quartas o norueguês Casper Ruud.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS