Ney Campello quer “aproveitar alta estação” para fomentar turismo | A TARDE
Atarde > Esportes

Ney Campello quer “aproveitar alta estação” para fomentar turismo

Ele é o coordenador da segunda edição do projeto que será realizado em seis municípios

Publicado terça-feira, 19 de dezembro de 2023 às 11:25 h | Atualizado em 19/12/2023, 11:51 | Autor: Lincoln Oriaj e Téo Mazzoni
Ney Campello, coordenador do Projeto Verão Costa a Costa
Ney Campello, coordenador do Projeto Verão Costa a Costa -

O governo do estado da Bahia lançou, na manhã desta terça-feira, 19, em Salvador, a 2ª edição do projeto Verão Costa a Costa. O evento está programado para ser realizado entre 18 de janeiro e 14 de abril de 2024 no litoral de seis municípios baianos: Prado, Porto Seguro, Ilhéus, Maraú, Camaçari e Salvador.

Em conversa com a reportagem do Portal A TARDE, o coordenador do projeto, Ney Campello, pontuou os principais benefícios do evento para a economia, turismo e o importante papel na valorização da cultura local.

“Estamos vivendo a retomada da economia no Brasil e é preciso aproveitar a alta estação para fazer com que o turismo na Bahia seja potencializado, fomentado e integrado às modalidades esportivas, que são próprias do verão. São modalidades de esportes de praia, com feira de economia solidária que proporcionará geração de trabalho, emprego e renda, shows, arte, toda essa ação mobiliza as comunidades locais e faz com que o turismo também seja potencializado”, contou ao Portal A TARDE.

“A cada lugar visitado, nós vamos ter também oficinas e formação de monitores, estimulando lideranças locais, professores de educação física, professores das modalidades esportivas e mesmo estudantes das escolas públicas, integrados ao projeto, para que após formados continuem no lugar, se articulem para que o fomento dessas práticas permaneça”, complementou.

O critério para a seleção das cidades que farão parte do projeto também foi citado por Campello, que defendeu a ideia de rotatividade entre os municípios a cada edição do evento.

“A intenção é fazer um processo que integre todas as cidades litorâneas, da costa da Baleia à costa do Coqueiro. Como já houve uma primeira etapa e algumas cidades já foram contempladas, a própria SETRE fez a indicação das cidades que farão parte desta edição. Isso significa naturalmente que na terceira, por exemplo, teremos outras novas cidades. Ou seja, é um processo de ir contemplando as cidades. É natural terem que ser cidades litorâneas, que tenham a adesão da prefeitura local e que haja também algum tipo de manifestação das próprias modalidades esportivas”, concluiu Campello.

Beach Soccer, Futvôlei, Beach Tennis, Vôlei de Praia, Breaking Dance e Escalada são as principais modalidades envolvidas no projeto, que visa receber um público de cerca de 20 mil pessoas.

Programação

Prado: 18 a 21 de janeiro
Porto Seguro: 01 a 04 de fevereiro
Ilhéus: 29 de fevereiro a 03 de março
Maraú: 14 a 17 de março
Camaçari: 28 a 31 de março
Salvador: 11 a 14 de abril

Publicações relacionadas