adblock ativo

Arthur Zanetti inicia defesa de título neste sábado

Publicado sexta-feira, 05 de agosto de 2016 às 22:37 h | Atualizado em 05/08/2016, 22:24 | Autor: Redação e Agências
Arthur Zanetti
Arthur Zanetti -
adblock ativo

Para o campeão olímpico Arthur Zanetti, o desafio de chegar ao segundo ouro na vitoriosa carreira começa neste sábado, 6, na Rio-2016. A partir de 10h30 está programada a qualificatória da ginástica artística masculina, que terá três subdivisões na arena olímpica e o Brasil está na primeira.

As atenções estão voltadas para Zanetti, após o paulista surpreender em Londres-2012 e conquistar o primeiro ouro olímpico na história da ginástica artística brasileira.

Considerado um dos favoritos ao pódio, o ginasta manteve-se consistente nas argolas desde então. Nos últimos quatro anos,  ele frequentou o pódio das principais competições referentes ao ciclo olímpico.

Arthur segue uma trajetória notável que culminou com  o ouro olímpico, tendo no currículo o título de campeão mundial, pan-americano e bicampeão mundial universitário nas argolas.

Agora, chegou a vez de  defender o título olímpico na Rio-2016 sob a pressão da torcida por novas medalhas. "Minha preparação foi bem intensa. Todo mundo tem esperança de medalha para o Brasil e eu tenho um resultado para defender. Mas nem eu e nem os outros atletas da ginástica podemos garantir nada", argumentou o ginasta, diante das cobranças.

"É uma Olimpíada, reúne todos os melhores ginastas do mundo. O que eu posso prometer é dar o meu melhor", completou  Zanetti.

Focado, o brasileiro considera que continuar entre os tops do mundo é um desafio dos mais difíceis na carreira de qualquer atleta. "Manter-se no topo é mais difícil do que chegar. A cobrança é maior das pessoas, mas também a minha. Hoje posso falar que eu treino ainda mais", confessou Zanetti.

Nas qualificatórias deste sábado, além de Zanetti nas argolas, primeiro aparelho do dia, Diego Hypolito competirá no solo e no salto. Os generalistas Arthur Nory Mariano, Francisco Barretto Júnior e Sérgio Sasaki fazem as provas pelo individual geral.

Projeto arrojado 

A seleção masculina participa com um dos melhores elencos de todos os tempos. Como faz parte da  primeira subdivisão, o Brasil se apresenta das 10h30 às 13h. "Os treinamentos finais foram bons, assim como estavam sendo nas outras semanas. A nossa expectativa é que a equipe conquiste o maior número de finais possíveis", afirmou o técnico-chefe da equipe, Renato Araújo.

"A seleção vem fazendo competições muito boas e estão ficando cada vez mais maduros, inclusive em eventos internacionais por equipe. Desse grupo, três atletas já foram para outras edições dos Jogos  e isso conta também", completou Renato Araújo.

Segundo o treinador da seleção do Brasil, as apostas do grupo são chegar em duas decisões do individual geral, argolas com o Zanetti, solo com o Diego, salto com o Sasaki, barra fixa com o Nory e,  uma final por equipe.

"Dessas sete competições, cinco são mais realistas", afirmou Araújo.

adblock ativo

Publicações relacionadas