adblock ativo

Pistorius pede desculpas por críticas a Alan Fonteles

Publicado segunda-feira, 03 de setembro de 2012 às 12:17 h | Atualizado em 03/09/2012, 12:17 | Autor: Da Redação
Alan Fonteles e Oscar Pistorius em Londres 2012
Alan Fonteles e Oscar Pistorius em Londres 2012 -
adblock ativo

O sul-africano Oscar Pistorius, medalhista de prata na final dos 200m rasos T44, voltou atrás nas críticas direcionadas ao brasileiro Alan Fonteles, campeão da prova, disputada no último domingo, 2. Nesta segunda, os atletas ficaram frente a frente mais uma vez, agora para participarem da premiação do pódio paralímpico.

O velocista africano admitiu que não deveria ter reagido de forma tão repulsiva logo após o encerramento da disputa, mas insistiu que as próteses utilizadas pelo brasileiro deveriam ser revistas pelas autoridades esportivas.

''Eu creio que existe um problema aqui e saúdo a oportunidade de discuti-lo com o Comitê Paralímpico Internacional (CPI). Mas reconheço que levantar essas preocupações imediatamente ao sair da pista foi um erro'', admitiu Pistorius.

Assumindo o espírito esportivo, o medalhista de prata pediu desculpas pela postura. ''Eu jamais iria diminuir o momento de triunfo de outro aleta. E quero me desculpar pelo momento em que disse meus comentários, após a corrida de ontem'', afirmou. "Aquele foi o momento de Alan, e eu gostaria de deixar registrado que tenho respeito por ele'', acrescentou.

O sul-africano, favorito para vencer a prova, ficou revoltado com o sprint final de Alan, que o ultrapassou nos últimos 100 metros da pista e ficou com a medalha de ouro, com o tempo de 21s45, apenas sete centésimos à frente de Pistorius.

'Não foi uma corrida justa. Vendo o replay, não entendo como é possível avançar, estando oito metros para trás, nos 100 metros finais, para depois vencer. É absolutamente ridículo", protestou o atleta paralímpico logo após a chegada. ''Sem querer tirar o mérito de Alan, mas esses caras estão bem mais altos, não dá para competir'', completou.

Segundo Oscar, as próteses utilizadas por Alan eram muito altas, dando a ele um melhor desempenho. De fato, o brasileiro está mais alto em Londres-2012, passando de 1,76m com suas próteses normais para 1,81m. No entanto, a mudança foi autorizada pelo CPI antes do início das Paralimpíadas.

adblock ativo

Publicações relacionadas