adblock ativo

Treinadora alemã é expulsa dos Jogos por bater em cavalo

Publicado sábado, 07 de agosto de 2021 às 16:57 h | Atualizado em 07/08/2021, 16:58 | Autor: AFP
Anikka Schleu, amazona da Alemanha, teve dificuldades para controlar Saint Boy | Foto: Dan Mullan | Getty Images
Anikka Schleu, amazona da Alemanha, teve dificuldades para controlar Saint Boy | Foto: Dan Mullan | Getty Images -
adblock ativo

A Federação Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM) anunciou neste sábado, 7, que excluiu dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 a treinadora da equipe alemã Kim Raisner por dar um soco em um cavalo na sexta-feira, durante a prova feminina.

O incidente aconteceu quando Annika Schleu, que naquele momento liderava a competição e estava bem posicionada para ganhar uma medalha, não conseguiu controlar Saint Boy, o cavalo que a acompanhou na prova do hipismo.

Em meio às lágrimas, a atleta alemã teve grande dificuldade para montar o cavalo, que lhe deu vários golpes.

Saint Boy se recusou a pular os obstáculos e a alemã acabou não terminando seu percurso, ficando em 31º lugar.

Em um comunicado, a UIPM explicou que expulsou Kim Raisner "até o fim das Olimpíadas de Tóquio".

A federação tomou esta decisão após ter estudado "um vídeo que mostra Raisner agredindo com o punho o cavalo Saint Boy, montado por Annika Schleu".

A prova de hipismo foi realizada na sexta-feira. Várias quedas foram registradas e muitos competidores tiveram dificuldades semelhantes às de Schleu.

No pentatlo, os participantes recebem por sorteio o cavalo que vão montar na competição de salto. Eles só podem treinar com o animal 20 minutos antes da prova.

adblock ativo

Publicações relacionadas