Fernando Rufino é ouro e Giovane de Paula prata na canoagem na Paralimpíada

Publicado sábado, 04 de setembro de 2021 às 08:40 h | Atualizado em 04/09/2021, 08:42 | Autor: Agência Brasil

O brasileiro Fernando Rufino conquistou a primeira medalha de ouro da história da canoagem brasileira em uma edição de Paralimpíada. O atleta, que é conhecido como cowboy, venceu, na noite de sexta-feira, 3, a prova dos 200 metros (m) classe VL2 com o tempo de 53s077.

O brasileiro fez uma prova forte, assumindo a ponta desde o início. A cada remada ele se distanciava mais dos adversários, e cruzou a chegada quase dois segundos à frente do segundo colocado.

Rufino venceu na canoagem classe va'a, quando é utilizada a canoa havaiana, que tem como particularidade um flutuador lateral, com braços ligando a canoa ao flutuador.

A prova também contou com a participação de Luís Carlos Cardoso (que foi prata na prova dos 200 m classe KL1), que terminou em sétimo lugar, com o tempo de 56s390.

Prata na classe VL3

O brasileiro Giovane Vieira de Paula conquistou a medalha de prata na prova de canoagem va'a individual 200 metros (m) classe VL3 na Paralimpíada de Tóquio (Japão). O paranaense fez o tempo de 52s148 na prova realizada no final da noite de sexta-feira (3).

Giovane largou entre os quatro primeiros. O britânico Stuart Wood, atual recordista paralímpico, saiu na frente, mas sustentou a vantagem por pouco tempo. O australiano Curtir McGrath engolia cada metro com potência e velocidade únicas. Enquanto isso, Giovane brigava pela terceira colocação.

Enquanto o australiano colocava mais de meia canoa de vantagem sobre o britânico e encaminhava a vitória, o brasileiro começou a superar seus adversários em uma ótima recuperação. Nos metros finais, alcançou Wood e o ultrapassou, para conquistar a prata com uma diferença de menos de um segundo para o adversário.

O também brasileiro Caio Ribeiro de Carvalho terminou a decisão em sétimo lugar, com o tempo de 53s246.

Publicações relacionadas