Popó responde críticas de Aldo: "Desrespeito é inaceitável"

Pugilista foi chamado de "velho" e "barrigudo" após desafiar o lutador de MMA

Publicado segunda-feira, 21 de março de 2022 às 17:52 h | Atualizado em 21/03/2022, 18:18 | Autor: Da Redação
Popó se aposentou dis ringues em 2017, mas voltou para em janeiro deste ano para uma luta de exibição
Popó se aposentou dis ringues em 2017, mas voltou para em janeiro deste ano para uma luta de exibição -

O ex-campeão de boxe Acelino 'Popó' Freitas rebateu as críticas do lutador de UFC José Aldo, após o baiano convidá-lo para um combate. Na ocasião, em entrevista ao SBT, o manauara chamou o pugilista de "velho" e "barrigudo". 

"Aldo, boxe é luta, não briga. Boxe é disciplina, respeito. É esporte. Te desafiei no pós-Whind fazendo deferências como o grande campeão que é e um dos melhores boxeadores no MMA. Seu desrespeito é inaceitável. Pode demorar, mas ainda vamos nos encontrar no ringue", escreveu o tetracampeão mundial de boxe.

A fala de José Aldo aconteceu durante entrevista ao apresentador Danilo Gentili, no talk show The Noite. Ele menosprezou o desafio proposto por Popó e afirmou que a luta não faria o menor sentido, principalmente pela diferença de idade e de peso. 

"Eu estou na ativa. O cara está velho, aposentado, barrigudo. Não conseguiu nocautear nem o Whindersson (Nunes). O cara tentou mesmo, batendo forte para caramba. O pobre do Whindersson é comediante, nunca deu um soco. Aí quer desafiar. A gente está na ponta dos cascos, brigando com os melhores do mundo, melhor evento do mundo. O cara é burro mesmo. Sem contar que tem que casar o peso. É tipo eu lutar com o Diguinho", afirmou Aldo na entrevista.

 

The Noite com Danilo Gentili
 

Em outra publicação, Popó seguiu falando acerca dos comentários do lutador do UFC. O ex-campeão de boxe lembrou que, em outra ocasião, a organização de MMA liberou um de seus atletas, o irlandês Conor Mcgregor, para lutar contra o americano Floyd Mayweather. Além disso, Popó ainda disse que a luta pagaria a Aldo um valor que ele nunca recebeu nos anos de contrato com o UFC. 

"O velho e barrigudo tá aqui te esperando o dia e a hora que você quiser. Aí vem aqui dar desculpa que o UFC não libera, e por quê McGregor liberaram? Sabe por quê não libera? Porque você não tem moral! E outra, US$ 1 milhão de dólares a gente paga, coisa que o UFC nunca te pagou", completou Popó.

Popó x Aldo

Considerado um dos maiores lutadores de boxe de todos os tempos, o baiano Popó foi tetracampeão mundial de boxe - duas do super-penas e duas no peso-leve. Aos 46 anos, ele já se aposentou oficialmente do esporte em três oportunidades, sendo a última em 2017.

Em janeiro deste ano, após meses de desafios e provocações, Popó e o humorista Whindersson Nunes se enfrentaram pelo Fight Music Show. Por se tratar de uma luta de exibição, mesmo com ampla vantagem do pugilista, o confronto foi declarado empate. Ambos faturaram uma bolsa de R$ 12 milhões após o combate.    

Já José Aldo é também considerado um dos maiores nomes do UFC. Campeão do peso-pena em 2009, o manauara defendeu o título nove vezes, tendo perdido em 2015, após seis anos de reinado na categoria. Aos 35 anos, ele vem de três vitórias seguidas no peso-galo e tenta ser novamente campeão. 

Publicações relacionadas