Roger Federer doa US$ 500 mil para crianças na Ucrânia

Atualmente 27º no ranking da ATP, o tenista suíço está afastado das quadras por problemas físicos

Publicado sexta-feira, 18 de março de 2022 às 17:25 h | Atualizado em 18/03/2022, 17:25 | Autor: AFP
Roger Federer: "Cerca de seis milhões de crianças ucranianas não têm mais acesso à escola... Gostaríamos de ajudá-las a lidar com essa experiência extremamente traumática"
Roger Federer: "Cerca de seis milhões de crianças ucranianas não têm mais acesso à escola... Gostaríamos de ajudá-las a lidar com essa experiência extremamente traumática" -

O ex-tenista número 1 do mundo Roger Federer, "horrorizado" com as imagens da Ucrânia, anunciou nesta sexta-feira, 18, que fez uma doação de 500 mil dólares, através da sua Fundação, em favor das crianças refugiadas, para que possam "continuar a estudar". 

"Minha família e eu estamos horrorizados com as imagens vindas da Ucrânia e estamos com o coração partido ao ver essas pessoas inocentes tão afetadas. Queremos paz", escreveu nas redes sociais o lendário tenista, atualmente 27º no ranking ATP e afastado das quadras por problemas físicos. 

>>Acompanhe as principais noticias do mundo do esporte

"Cerca de seis milhões de crianças ucranianas não têm mais acesso à escola... Gostaríamos de ajudá-las a lidar com essa experiência extremamente traumática", acrescentou. 

"A Fundação Roger Federer vai ajudar a associação War Child Holland com uma doação de 500.000 dólares para permitir que as crianças ucranianas continuem a estudar", concluiu o atleta suíço.

Já a Federação de Tênis dos Estados Unidos (USTA) anunciou nesta sexta-feira que 10% das receitas da venda de ingressos para o duelo Estados Unidos-Ucrânia (15 a 16 de abril), de classificação para a fase final da Taça Billie Jean King ( equivalente feminino da Copa Davis), irá para uma associação de apoio às vítimas da guerra. 

"A USTA doará 10% da receita da venda de ingressos para o Fundo de Alívio à Crise da Ucrânia", disse a USTA em comunicado, anunciando a composição das duas equipes. 

Danielle Collins (11ª do mundo) e Jessica Pegula (19ª) serão as principais raquetes da 'Team USA' frente a uma Ucrânia que será comandada por Elina Svitolina (18ª) nesta eliminatória em Asheville (Carolina do Norte). 

"Estamos comprometidos em dar as boas-vindas à equipe ucraniana e dar-lhes o apoio de que precisam antes e durante a competição em Asheville", disse a diretora-executiva da USTA, Stacey Allaster. 

"Juntos, usaremos este evento para continuar nossa luta pela paz e para dar nossa ajuda e apoio aos ucranianos", acrescentou. 

A vencedora EUA-Ucrânia se juntará às outras onze equipes classificadas para a fase final da Billie Jean King Cup (antiga Fed Cup), cujas datas e local ainda não foram definidos.

Publicações relacionadas