adblock ativo

Sem verba, Brasil não irá a Mundial Feminino de Futsal

Publicado terça-feira, 04 de novembro de 2014 às 18:02 h | Atualizado em 19/11/2021, 06:32 | Autor: Estadão Conteúdo
adblock ativo

Campeão em todos as quatro edições realizadas, o Brasil não vai buscar o pentacampeonato no Mundial Feminino de Futsal. Nesta terça-feira, a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) anunciou que não tem dinheiro para levar a seleção nacional para a competição que será disputada na Costa Rica.

"Assumimos a CBFS há pouco mais de quatro meses, encontrando uma série de problemas financeiros, inclusive débitos para com as atletas referente ainda a conquista do último Torneio Internacional (Mundial). É preciso que haja mais respeito com as seleções brasileiras, não podemos pagar para jogar", alega o presidente da CBFS, Renan Tavares.

O dirigente assumiu o comando da CBFS em meados do ano, depois de um movimentos dos atletas (inclusive da seleção feminina) cobrando a saída de Aécio de Borba Vasconcelos. Entre as reclamações estava o não pagamento de premiações.

Tavares, que assumiu no começo de junho, disse que precisou da colaboração do time masculino para pagar a dívida com as meninas. "Estes débitos (do Mundial passado) só foram pagos graças a compreensão dos atletas da seleção masculina, que abdicaram de gratificações do Desafio Internacional envolvendo Brasil e Argentina, em Brasília, para que a CBFS pudesse quitar os débitos com as atletas, o que foi feito."

Para disputar o Mundial (que não tem a chancela da Fifa), a CBFS teria que pagar viagem aérea, alimentação e custos de inscrição. Nos quatro primeiros Mundiais de Futsal Feminino, Brasil, Espanha, Rússia e Portugal fizeram as semifinais. Desses, só a Rússia ainda não havia organizado o evento. Faria isso esse ano, mas abriu mão.

adblock ativo

Publicações relacionadas